Figuras de pensamento são figuras de linguagem, ou seja, construções usadas para aumentar a expressividade de uma mensagem.

As figuras de pensamento são:

  • antítese;
  • apóstrofe;
  • eufemismo;
  • gradação ou clímax;
  • hipérbole,
  • ironia;
  • paradoxo ou oxímoro;
  • prosopopeia ou personificação.

As figuras de pensamento enfatizam o aspecto semântico da linguagem. Conseguem provocar emoções nos leitores através da exploração do sentido das palavras.

Antítese

A antítese se caracteriza pela aproximação de conceitos opostos, ou seja, pela presença de conceitos contrários que estão próximos um do outro na oração.

Exemplo de antítese: Entre a saúde e a doença, sua juventude foi passando.

Saiba tudo sobre a antítese.

Apóstrofe

A apóstrofe é um chamamento. O emissor chama ou invoca alguém ou algo personificado, estabelecendo uma ligação mais próxima.

Exemplo de apóstrofe: Espere, moça! Espere por mim.

Leia mais sobre a apóstrofe.

Eufemismo

O eufemismo se caracteriza pela suavização do discurso, ou seja, pela utilização de palavras agradáveis e corretas para evitar assuntos desagradáveis, tristes, polêmicos e preconceituosos, entre outros.

Exemplo de eufemismo: Após longos meses doente na cama, meu avô pode enfim descansar.

Saiba mais sobre o eufemismo.

Gradação ou clímax

A gradação, também chamada de clímax, se caracteriza por um encadeamento crescente ou decrescente de ideias que provoca uma intensificação ou suavização progressiva da mensagem.

Exemplo de gradação: Vou te dar um beijo, dez beijos, cem beijos, mil beijos!

Leia tudo sobre a gradação ou clímax.

Hipérbole

A hipérbole se caracteriza pelo uso de expressões que exageram muito a realidade, intensificando excessivamente mensagem transmitida.

Exemplo de hipérbole: Vamos almoçar agora porque eu estou morrendo de fome.

Saiba tudo sobre a hipérbole.

Ironia

A ironia se caracteriza pela transmissão intencional do oposto do que se pretende transmitir, com o objetivo de satirizar uma determinada pessoa, objeto ou situação.

Exemplo de ironia: Que lindo serviço você fez! Agora limpe tudo imediatamente!

Leia mais sobre a ironia.

Paradoxo ou oxímoro

O paradoxo, também chamado de oxímoro, se caracteriza pela associação de dois conceitos contraditórios que formam uma única ideia.

Exemplo de paradoxo: Minha filha vive sonhando acordada.

Saiba mais sobre o paradoxo ou oxímoro.

Personificação ou prosopopeia

A personificação, também chamada de prosopopeia, se caracteriza pela atribuição de características, sentimentos e ações humanas a seres inanimados e/ou irracionais.

Exemplo de personificação: As folhas bailavam alegremente quando o vento passava por elas.

Leia tudo sobre a prosopopeia ou personificação.

Outras figuras de linguagem

As figuras de linguagem são recursos estilísticos utilizados na linguagem oral e escrita que aumentam a expressividade da mensagem.

Além das figuras de pensamento, as figuras de linguagem podem ser também classificadas em figuras de palavra, figuras de sintaxe e figuras de som.

Leia tudo sobre as Figuras de Linguagem.