Quando o sujeito é simples, apresentando apenas um núcleo, o verbo concorda com esse núcleo em pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª) e número (singular ou plural).

Exemplos de concordância com sujeito simples:

  • A menina estudou muito.
  • As meninas estudaram muito.
  • Eu gosto de doce de leite.
  • Nós gostamos de doce de leite.

Casos específicos de concordância com sujeito simples

Com o pronome relativo que, o verbo deverá concordar com o antecedente do pronome.

  • Fui eu que resolvi o problema.
  • Fomos nós que resolvemos o problema.
  • Foram eles que resolveram o problema.


Com o pronome relativo quem, o verbo poderá concordar com o antecedente do pronome ou ficar na 3.ª pessoa do singular.

  • Fui eu quem resolvi o problema.
  • Fui eu quem resolveu o problema.
  • Fomos nós quem resolvemos o problema.
  • Fomos nós quem resolveu o problema.


Com as expressões a maioria, a minoria, a maior parte, a metade,… o verbo poderá ficar no singular ou no plural, sendo que a forma no singular é considerada a mais lógica e correta.

  • A maioria das crianças gosta de chocolate.
  • A maioria das crianças gostam de chocolate.


Com expressões que indicam quantidade aproximada, como cerca de, perto de, mais de, menos de,… o verbo deverá concordar com o substantivo. Contudo, com a expressão mais que um, quando indicar uma ação recíproca, o verbo deverá aparecer no plural.

  • Cerca de nove mil candidatos concorreram ao emprego.
  • Mais de um aluno reprovou a 7.ª série.
  • Mais de um jogadores se abraçaram de felicidade.


Com a locução um dos que, o verbo deverá ficar no plural.

  • Meu filho foi um dos alunos que foram selecionados.
  • Você é uma das pessoas que encantam por serem simpáticas.


Com pronomes relativos e indefinidos quais, quantos, alguns, muitos,… seguidos das expressões de nós ou de vós, o verbo poderá concordar com os pronomes relativos e indefinidos, ficando na 3.ª pessoa do plural, ou com o pronome pessoal, ficando na 1.ª ou na 3.ª pessoa do plural. Caso os pronomes relativos e indefinidos estejam no singular, o verbo também aparecerá na 3.ª pessoa do singular.

  • Quantos de nós já não deixaram de dar opiniões sobre os assuntos?
  • Quantos de nós já não deixamos de dar opiniões sobre os assuntos?
  • Qual de nós será o primeiro a desistir?


Com substantivos coletivos, o verbo deverá ficar no singular quando não especificados. Caso haja especificação do substantivo coletivo, o verbo poderá ficar no singular ou no plural.

  • A multidão andava pelas ruas em protesto.
  • O elenco desta novela está fantástico!
  • Uma manada de búfalos corria pela savana.
  • Uma manada de búfalos corriam pela savana.


Com pronomes de tratamento, o verbo deverá ficar sempre na 3.ª pessoa do singular ou na 3.ª pessoa do plural.

  • Vossa Excelência estará presente na cerimônia de encerramento?
  • Vossas Excelências estarão presentes na cerimônia de encerramento?


Com percentagens, o verbo deverá concordar com o substantivo se as mesmas aparecerem relacionadas com um substantivo. Caso as porcentagens não estejam relacionadas com um substantivo, o verbo deverá concordar com o número.

  • 34% dos inquiridos não souberam responder às perguntas.
  • 10% do orçamento será a comissão do empreiteiro.
  • 77% são contra a legalização de drogas leves.
  • Apenas 1% cumpre o que está estabelecido por lei.


Nos substantivos próprios plurais, o verbo ficará no plural se o substantivo for precedido de um artigo e no singular se o substantivo não for precedido de um artigo.

  • Os Estados Unidos da América são um dos maiores exportadores mundiais de produtos agrícolas.
  • Alagoas é um dos maiores produtores nacionais de cana-de-açúcar.

Veja também: Outros casos de concordância verbal.