Perífrase é uma figura de linguagem caracterizada pela utilização de uma expressão com muitas palavras para referir aquilo que poderia ser dito com poucos ou apenas um termo. Na perífrase não ocorre a nomeação direta de um ser, objeto ou lugar. A identificação é feita de forma indireta, através de uma expressão que transmite as características e atributos desse ser, objeto ou lugar. Essa expressão é mais extensa e simbólica do que o termo original, levando a que ocorra um rodeio de palavras ou circunlóquio.

A antonomásia é uma forma de perífrase aplicada aos nomes próprios, ou seja, na substituição dos mesmos por expressões formadas por substantivos comuns.

A perífrase e antonomásia apenas desempenham seu papel na frase se as expressões substitutas forem conhecidas pelos falantes e permitirem a fácil identificação do ser, objeto ou lugar substituído. Assim, essas expressões transmitem características ou fatos conhecidos sobre esse ser, objeto ou lugar, apresentando também uma natureza metonímica.

Com o uso da perífrase e da antonomásia é possível evitar a repetição de termos, bem como enfatizar ou suavizar um termo.

Exemplos de perífrase e antonomásia:

  • Moro no país do futebol. (Brasil)
  • Vou ao show do Rei. (Roberto Carlos)
  • Fomos ao jardim zoológico ver o rei da selva. (leão)
  • Este aeroporto tem o nome do Pai da Aviação. (Santos Dumont)
  • Adoraria visitar a cidade luz. (Paris)
  • Meu animal preferido é o melhor amigo do homem. (cachorro)


Exemplos de perífrase e antonomásia na imprensa e música:

  • “Cidade maravilhosa/Cheia de encantos mil/Cidade maravilhosa/Coração do meu Brasil.” (Rio de Janeiro, por Caetano Veloso)
  • “Leia mais repercussões sobre a morte da Dama de Ferro.” (Margaret Thatcher, por Globo)
  • “Aumentavam as especulações sobre o que matou o Rei do Pop aos 50 anos (…)” (Michael Jackson, por Gazeta do Povo)
  • “Primeira-dama do teatro brasileiro: Inquieta e insuperável” (Fernanda Montenegro, por SuperInteressante)

Fique sabendo mais!
- Perífrase tem sua origem na palavra em grego períphrasis, que significa o ato de falar em círculos. Antonomásia tem sua origem no grego antonomasía, indicando o ato de chamar por outro nome.
- Fora do âmbito da retórica existe, na gramática, uma construção chamada perífrase verbal. Ocorre quando uma locução verbal substitui um verbo simples, como “vamos ficar” em vez de “ficaremos” e “vou conseguir” em vez de “conseguirei”.

Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.