A sinestesia se caracteriza pela combinação e mistura de diferentes sensações, provenientes de diferentes sentidos (visão, tato, olfato, paladar e audição), numa só sensação.

Na sinestesia, a qualidade de um sentido é atribuída a outro, havendo uma mescla das sensações auditivas, olfativas, gustativas, visuais e táteis.

Exemplos de sinestesia

  • Um amargo silêncio pairava entre marido e mulher.
  • O grito branco da paz ecoou por toda a cidade.
  • A carta, escrita num preto áspero, dilacerou meu coração.
  • Senti as cores da pracinha e bebi o aroma das pipocas, recordando minha infância.

Exemplos de sinestesia na literatura

  • “É uma sombra verde, macia e vã.” (Carlos Drummond de Andrade)
  • “Vem da sala de linotipos a doce música mecânica.” (Carlos Drummond de Andrade)
  • “e o pão preserve aquele branco/sabor de alvorada.” (Ferreira Gullar)
  • “Sempre havia, ao amanhecer, uma cor estridente no horizonte.” (Giuliano Fratin)
  • “As falas sentidas, que os olhos falavam” (Casimiro de Abreu)

A sinestesia é uma figura de linguagem, mais pormenorizadamente, uma figura de palavras. É um recurso utilizado na linguagem oral e escrita para aumentar a expressividade da mensagem, enfatizando e ampliando o sentido de cada termo, através da atribuição de adjetivos vários e diferentes a esse mesmo termo.

Compreenda o que são figuras de palavras.

Fique sabendo mais!
Sinestesia tem sua origem na palavra francesa synesthésie, pelo grego synaísthesis, que significa junção de sensação, indicando assim uma simultaneidade de sensações.

Figuras de linguagem

Figuras de linguagem são recursos estilísticos utilizados na linguagem oral e escrita que aumentam a expressividade da mensagem. Estão subdivididas em: figuras de palavra, figuras de construção, figuras de pensamento e figuras de som.

Figuras de palavras Alegoria, perífrase ou antonomásia, catacrese, comparação ou símile, metáfora, metonímia, sinédoque, sinestesia.
Figuras de construção Anacoluto, anáfora, anástrofe ou inversão, hipérbato, sínquise, assíndeto, polissíndeto, elipse, zeugma, silepse, hipálage, pleonasmo ou redundância.
Figuras de pensamento Antítese, apóstrofe, eufemismo, gradação ou clímax, hipérbole, ironia, paradoxo ou oxímoro, prosopopeia ou personificação.
Figuras de som Aliteração, assonância, onomatopeia, paronomásia.

Conheça, de forma pormenorizada, todas as figuras de linguagem.

Sinestesia na medicina

Fora do âmbito linguístico, a sinestesia é um fenômeno neurológico caracterizado pela percepção de sensações distintas, provocadas por um só estímulo.

O cérebro processa as informações recebidas pelos sentidos de um modo diferente do habitual, misturando som, cor, sabor, cheiro,…

Sinestesia, cinestesia e cenestesia

Não devemos confundir sinestesia com cinestesia e cenestesia. São conceitos distintos, que não se encontram relacionados:

  • Cinestesia se refere ao sentido que permite a percepção dos movimentos musculares do corpo.
  • Cenestesia indica as impressões sensoriais que ocorrem internamente no organismo, independentemente dos órgãos dos sentidos.
Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.