A norma culta se refere ao conjunto de padrões linguísticos usados habitualmente pela camada mais escolarizada da população. Define-se como a variação linguística utilizada por pessoas que vivem em meios urbanos e que possuem elevado nível de escolaridade, em situações formais e monitoradas de comunicação falada ou escrita.

Características da norma culta

  • É usada em situações formais e monitoradas de comunicação;
  • Impõe a correção gramatical, que implica um uso rigoroso das normas gramaticais;
  • É uma linguagem cuidada e elaborada, que privilegia a utilização de estruturas sintáticas complexas e de um vocabulário rico e diversificado, com clara e correta pronúncia das palavras;
  • É o registro ensinado na escola, sendo considerado mais erudito e prestigiado.

O domínio da norma culta reflete-se, principalmente, na modalidade escrita da língua, revelando um elevado grau de rigor e correção gramatical, como o devido uso da pontuação, da acentuação, da colocação pronominal, da concordância e da regência, entre outros.

Exemplos de uso da norma culta

Colocação pronominal em ênclise no início da oração:

  • Levante-se e vamos embora.
  • Dá-me isso, por favor.

Regência verbal com a preposição adequada:

  • Ele nunca obedece ao pai.
  • Nós assistimos ao jogo de futebol juntos.

Uso correto das várias pessoas gramaticais:

  • Eu quero ir contigo. Tu vais a que horas?
  • Veja isso com atenção e depois diga se você entendeu tudo.

Utilização de palavras sem estarem abreviadas ou contraídas:

  • está (e não tá);
  • para (e não pra);
  • você (e não cê).

Saber escrever e falar de acordo com a norma culta de uma língua é uma competência bastante valorizada no mercado de trabalho, uma vez que o domínio da norma culta possibilita ao indivíduo comunicar com precisão, eficiência e desenvoltura.

Norma culta e norma-padrão

Embora esses conceitos sejam próximos, sendo inclusivamente usados muitas vezes como sinônimos, referem-se a normas distintas.

A norma-padrão pode ser entendida como a norma gramatical, com base na gramática tradicional e normativa. Atua como um modelo idealizado que visa a padronização da língua escrita.

A norma culta é a variação que mais se aproxima desse padrão.

Norma culta e variação linguística

Na língua portuguesa existem diversas variações linguísticas, fruto da existência de diferentes grupos sociais, com diferentes graus de escolarização, que apresentam diferentes hábitos linguísticos. Isso resulta numa pluralidade de normas.

De todas essas normas, a norma culta é tida como a mais conceituada, sendo vista como uma linguagem culta e erudita, utilizada por um grupo de pessoas de elite, pertencentes à camada mais favorecida e escolarizada da população.

Como nem todas as variações linguísticas usufruem desse mesmo prestígio, muitas são vítimas de preconceito linguístico, sendo consideradas menos cultas e até mesmo incorretas.

É essencial o entendimento e a aceitação de que todas as variedades linguísticas são fatores de enriquecimento e cultura, não devendo ser encaradas como erros ou desvios.

Saiba mais sobre os tipos de variação linguística.

Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.