Neologismo é o nome dado a uma nova palavra criada ou a uma palavra já existente à qual é atribuído um novo significado.

Exemplos de neologismos

  • deletar;
  • escanear;
  • clicar;
  • linkar;
  • site;
  • linkar;
  • principalizar;
  • petista;
  • mensalão;
  • panelaço;
  • showmício;
  • mimimi;
  • bioterrorismo;
  • skate;
  • shopping;
  • abajur;
  • buquê;
  • ...

Por que são criados neologismos?

Os neologismos surgem conforme as necessidades de expressão e comunicação. Surgem quando não existe uma palavra ideal para indicar algo novo, como um novo conceito, um novo objeto, um novo processo,... 

Embora o constante avanço tecnológico seja um dos principais motores para a criação de neologismos, muitos são apenas criados por modismos e até para fins pejorativos e irônicos, como gírias e palavrões.

A criação de neologismos é facilitada pelas próprias características da linguagem que permitirem essa criação de novos vocábulos. Há, também, uma tendência humana para determinar objetos e especificar conceitos, resultando assim na inovação e renovação vocabular através do uso de neologismos. 

Como são criados os neologismos?

Os neologismos são criados pelos processos de formação de palavras existentes na língua portuguesa. Os principais processos são a composição (por aglutinação e por justaposição) e a derivação (prefixal, sufixal, parassintética, regressiva e imprópria), mas existem também outros processos (abreviação, combinação, intensificação, hibridismo e reduplicação).

Além desses processos, ocorre também a formação de neologismos por importação e empréstimo de vocábulos de outras línguas - os estrangeirismos, que podem ou não sofrer processos de aportuguesamento.

Com o uso, reconhecimento e dicionarização do novo vocábulo, os neologismos são aos poucos incorporados no léxico da língua portuguesa.

Tipos de neologismos

Existem diferentes classificações para os neologismos, com diferentes propósitos. Um neologismo pode encaixar em mais do que uma categoria.

Neologismo lexical

Indica uma palavra nova, criada para indicar um novo conceito:

  • deletar (apagar);
  • escanear (digitalizar);
  • clicar (pressionar botão do mouse).

Neologismo semântico

Indica uma palavra já existente no léxico da língua, mas que adquire um novo significado:

  • gato (ligação elétrica clandestina);
  • pistolão (recomendação de influência de alguém);
  • azular (fugir).

Neologismo sintático

Indica uma construção sintática com elementos já existentes na língua que, combinados, adquirem um novo significado:

  • Dar um bolo (não comparecer ao encontro);
  • Dar a volta por cima (superar);
  • Fazer cera (fingir que trabalha).

Neologismo literário

Indica uma palavra criada por escritores de literatura ou compositores.

  • brincriações, abensonhadas, ladainhando, bichanar, lençolar (Mia Couto)
  • agonizantista, pacatice, deceptude, calunismo, patifento (Dias Gomes)

Neologismo científico ou técnico

Indica uma palavra criada para nomear novos equipamentos, procedimentos, invenções, descobertas,...

  • smartphone;
  • cake designer;
  • cupcake.

Neologismo popular

Indica uma palavra criada pelos falantes da língua, em contexto coloquial:

  • apê;
  • mané;
  • refri.

Neologismo completo

Indica uma palavra que foi completamente criada, quer quanto à forma, quer quanto ao sentido:

  • cardápio;
  • necrotério;
  • convescote.

Neologismo incompleto

Indica uma palavra já existente na língua que adquiriu um novo significado:

  • picareta;
  • papudo;
  • gato.