Línguas neolatinas, também chamadas de línguas românicas, são línguas que tiveram sua origem no latim, mais especificamente no latim vulgar.

Principais línguas neolatinas

  • Português;
  • Espanhol;
  • Italiano;
  • Francês;
  • Romeno;
  • Catalão;
  • Galego;
  • Provençal.

Além dessas oito línguas principais, existem outras línguas neolatinas com menor expressão, devido a um número mais reduzido de falantes, como o romanche, o sardo e outros dialetos, bem como o dalmático, atualmente já uma língua morta.

Evolução do latim para as línguas neolatinas

O latim era a língua oficial do Império Romano. O latim vulgar era a língua do povo, usado no cotidiano com finalidades práticas. Era falado por populares analfabetos, não apresentando rigor gramatical.

Com a expansão do Império Romano e consequente descentralização política do Roma, ocorreu um processo de perda de unidade linguística e de criação de dialetos, com influências diversas, como a dos povos bárbaros. Os diferentes dialetos que se foram criando a partir do latim foram chamadas de romances, sendo a base das línguas românicas atuais.

O português como língua neolatina

Sendo uma língua neolatina, é fácil identificar similaridades entre o português e o latim:

Em português: pão, alto, dez, cavalo, homem,...
Em latim: panem, altum, decem, caballum, hominem,...

O português no mundo

A língua portuguesa é atualmente falada nos diversos países que formam a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP): Brasil, Portugal, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Timor Leste, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Guiné Equatorial.