O verbo haver e o verbo fazer são verbos complexos, com particularidades em sua conjugação. Podem ser considerados verbos irregulares, conjugados em todos os tempos verbais, modos verbais e pessoas gramaticais. Podem também ser considerados verbos impessoais, ou seja, verbos que não apresentam sujeito, devendo ser conjugados sempre na 3.ª pessoa do singular.

São considerados verbos impessoais:

  • o verbo fazer, quando indica tempo decorrido.
  • o verbo haver, quando tem sentido de existir.

Exemplos com verbo fazer:

  • Fazia cinco séculos.
  • Faz uns quinze dias que não vejo a cor do sol.
  • Vai fazer dez anos que não sinto medo.

Exemplos com verbo haver:

  • Houve muitos convidados na festa.
  • Havia muitas pessoas no jardim.
  • Deve haver muitos professores aposentados.

Atenção!

Caso se opte pela utilização do verbo existir, em vez do verbo haver, este deverá ser flexionado de acordo com o sujeito.

Exemplos:

  • Existe um barco à venda.
  • Existem vários barcos à venda.