é usado para indicar tempo passado.
A é usado para indicar tempo futuro.

Exemplos indicando passado

  • Há quanto tempo você está aí?
  • Há duas semanas eles partiram para a Europa.
  • As eleições foram há dois dias.

Exemplos indicando futuro

  • Daqui a quanto tempo sairemos?
  • Daqui a duas semanas eles partirão para a Europa.
  • Estamos a dois dias das eleições.

Há: tempo passado

Usamos há, forma conjugada do verbo haver na 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo, quando nos referimos a tempo decorrido, ou seja, a tempo passado.

Exemplos com há

  • Eu já sou mãe há 15 anos.
  • Há três minutos você ainda não tinha chegado.
  • Há anos que somos vizinhas e comadres.
  • Aquilo aconteceu há muitos anos.
  • Já me formei há pelo menos sete anos.

Dica!
A forma verbal há pode ser substituída por tem ou faz.

  • Estou esperando por você vinte minutos.
  • Estou esperando por você tem vinte minutos.
  • Estou esperando por você faz vinte minutos.

A: tempo futuro

Usamos a preposição a quando nos referimos a alguma coisa que ainda não aconteceu, ou seja, quando nos referimos a tempo futuro.

Exemplos com a

  • Daqui a cinco minutos sairei de casa.
  • Estamos a um mês do evento.
  • Vou ao supermercado daqui a pouco.
  • O avião chegará daqui a uma hora.
  • Daqui a dois meses, faremos a próxima avaliação bimestral.

A preposição a deverá ser escrita sem acento grave porque não ocorre crase, ou seja, não ocorre a sua contração com o artigo definido feminino a.

Outros usos de há

Há pode ser também sinônimo de existe ou existem:

  • um problema no servidor.
  • Existe um problema no servidor.
  • vários problemas no servidor.
  • Existem vários problemas no servidor.

Outros usos de a e à

À é usado para indicar um lugar, introduzir um objeto indireto e em locuções adverbiais:

  • Nós vamos à feira todos os sábados. (lugar)
  • Irei à praia de manhã cedo. (lugar)
  • Hoje à noite irei para São Paulo. (locução adverbial)
  • Você está à frente de quem na fila? (locução adverbial)
  • Ele nunca obedece às minhas ordens. (objeto indireto)
  • Eu disse obrigado a todos. (objeto indireto)
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.