Sendo encarado como o mais natural e comum dos tipos de discurso, o discurso direto é aquele que permite que as personagens se exprimam livremente, ganhando vida própria na narração.

Características do discurso direto

  • É uma transcrição exata da fala das personagens, sem participação do narrador.
  • É introduzido por verbos de elocução, ou seja, através de verbos que anunciam o discurso, como: dizer, perguntar, responder, comentar, falar, observar, retrucar, replicar, exclamar, aconselhar, gritar, murmurar, entre outros. Esses verbos de elocução aparecem seguidos de dois pontos.
  • É geralmente antecedido pelo travessão, sinal de pontuação que indica quando começa a fala de uma personagem, quando há mudança de interlocutores e quando há mudança para o narrador através de um verbo de elocução. Alguns autores optam, contudo, por colocar o discurso direto entre aspas, sinal de pontuação que destaca uma citação ou transcrição.

Exemplos de discurso direto

O desconhecido perguntou:
– Que horas são, por favor?

Foi então que ele disse:
- Estou cansado de tanta confusão!

Todos os dias minha mãe me dizia: “Fique atenta e não faça bagunça nas aulas.

Atenção!
Além do discurso direto, existem também o discurso indireto e o discurso indireto livre.

Saiba mais sobre o discurso indireto e o discurso indireto livre.