A principal função da vírgula é separar elementos, marcando assim pequenas pausas no discurso.

Dicas para o uso da vírgula

Aprenda, agora, cinco dicas para um uso fácil e certo da vírgula!

Dica 1: A vírgula separa itens enumerados ou elementos repetidos.

  • Todos os dias eu lavo, passo, limpo, arrumo, cozinho e ainda trabalho fora! (enumeração)
  • Os artigos em falta são: papel, borracha, lápis de cor, giz, apontador e elásticos. (enumeração)
  • Paulo, Helena, Pedro, Lara e Tatiana não foram às aulas. (enumeração)
  • Gosto muito, muito, muito, muito dessa música! (repetição)

Dica 2: Não se usa vírgula entre sujeito e predicado e entre o verbo e os complementos verbais.

  • Nós viajaremos amanhã.
  • Os amigos deram presentes ao aniversariante.

Dica 3: A vírgula isola e destaca elementos na frase.

  • Anda embora, Camila! (o vocativo fica separado por vírgula)
  • Ela, claramente, está descontrolada! (o adjunto adverbial fica separado por vírgula)
  • Minha irmã, por exemplo, não come chocolate. (uma expressão intercalada na oração fica entre vírgulas)
  • Heloísa, nossa antiga professora de português, já não trabalha no colégio. (o aposto fica entre vírgulas)
  • Sim, estou precisando de ajuda. (sim e não ficam separados por vírgula em respostas)
  • Recife, 27 de julho de 2015. (o nome da localidade fica separado por vírgula nas datas)

Dica 4: A vírgula separa uma oração de outra oração e isola uma oração dentro de outra.

  • Quero apenas crescer, ter amigos, ter uma família, ter saúde e ser feliz. (a vírgula separa orações assindéticas)
  • Eu olhei para o prédio, mas não vi nada... (a vírgula separa orações ligadas por conjunções)
  • O mais importante, referiu o diretor, é que todos trabalhem para o mesmo objetivo. (a vírgula isola orações intercaladas)
  • Caso você ainda esteja no Rio, damos um passeio. (a vírgula isola orações subordinadas adverbiais)
  • O papagaio, que é um animal barulhento, incomoda toda a gente. (a vírgula isola orações subordinadas adjetivas)

Dica 5: A vírgula é usada em inversões e supressões.

  • Eu quero ser bailarina; meu irmão, escritor. (a vírgula marca a supressão do verbo)
  • A correção dos testes, a professora ainda não a fez. (a vírgula separa um elemento pleonástico que vem antes do verbo)

Uso facultativo da vírgula

O uso da vírgula é facultativo no início ou meio da oração, quando o adjunto adverbial for apenas um advérbio.

  • Ontem, fomos ao cinema ver um filme de comédia.
  • Ontem fomos ao cinema ver um filme de comédia.

Uso da vírgula antes da conjunção “e”

A vírgula pode ser usada antes da conjunção “e” quando houver sujeitos distintos, repetição enfática da conjunção “e” ou quando a conjunção “e” transmite um valor diferente de uma adição.

  • Eu fique esperando, e ele continuou trabalhando. (sujeitos distintos)
  • Quero conhecer o mundo: o Brasil, e a Alemanha, e a Austrália, e a África do Sul,... (repetição enfática)
  • Ele estudou todos os dias, e mesmo assim reprovou no teste. (valor diferente de adição)

Para uma aprendizagem mais detalhada, leia também: Vírgula [ , ] - Regras de uso da vírgula.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.