Um trava-língua é uma frase formada por palavras com sílabas difíceis de articular quando pronunciadas de forma rápida. Os trava-línguas são usados em jogos verbais populares de ligeireza e clareza de articulação. Assim, devem ser memorizados e ditos com rapidez, sem que haja trocas ou erros de pronúncia. 

Dificuldade na pronúncia dos trava-línguas

Na verbalização de um trava-língua ocorre uma antecipação mental do som que deve ser pronunciado, tal como uma memorização do som que já se pronunciou, visto possuirmos uma consciência fonológica das palavras. Assim, sons passados e sons futuros influenciam na articulação do som atual. 

A dificuldade na dicção de um trava-língua ocorre porque eles são formados por sílabas parecidas que trocam entre si um elemento ou mais elementos, provocando uma alteração que leva ao erro de articulação de uma ou mais sílabas. Assim, na pronunciação de trava-línguas é comum hesitações, gaguejamento, troca e supressão de sons, bem como a ocorrência de cacofonia.

É possível, contudo, dominar a arte de dicção de trava-línguas através de treino. Concentração e pronúncia clara e intensificada das consoantes facilitam a pronunciação de trava-línguas.

Tipos de trava-línguas

Podemos diferenciar alguns trava-línguas conforme a dificuldade que apresentam.

Trava-línguas com repetição do som r:

O rato roeu a roupa do rei de Roma.

O rato roeu a rolha da garrafa de rum do rei da Rússia.

Trava-línguas com repetição do som s:

O sabiá não sabia que o sábio sabia que o sabiá não sabia assobiar.

A vida é uma sucessiva sucessão de sucessões que se sucedem sucessivamente, sem suceder o sucesso...

Trava-línguas com repetição do som p:

O peito do pé de Pedro é preto. Quem disser que o peito do pé de Pedro é preto, tem o peito do pé mais preto do que o peito do pé de Pedro.

Embaixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto pia!

Trava-línguas com repetição do som t:

Tinha tanta tia tantã.
Tinha tanta anta antiga.
Tinha tanta anta que era tia.
Tinha tanta tia que era anta.

Três pratos de trigo para três tigres tristes.

Trava-línguas com repetição das mesmas palavras:

O doce perguntou pro doce
Qual é o doce mais doce
Que o doce de batata-doce.
O doce respondeu pro doce
Que o doce mais doce que
O doce de batata-doce
É o doce de doce de batata-doce.

O Tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem, o Tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo, tempo tem.

Trava-línguas com repetição de palavras difíceis:

Um ninho de mafagafos tinha sete mafagafinhos. Quem desmafagar esses mafagafinhos bom desmagafigador será.

O desinquivincavacador das caravelarias desinquivincavacaria as cavidades que deveriam ser desinquivincavacadas.

Vantagem dos trava-línguas

O principal objetivo de um trava-língua é ser lúdico. Tendo em vista o desafio e o divertimento, na maioria das vezes a significação é secundária, sendo apenas utilizados sons e palavras de difícil articulação.

Assim, os trava-línguas acabam sendo boas ferramentas no ensino e treino da correta dicção das palavras, sendo usados para melhorar a pronúncia, influenciando a correção e clareza do discurso.

Trava-línguas e o folclore brasileiro

Os trava-línguas fazem parte do folclore brasileiro. São uma manifestação da cultura oral popular que é transmitida de boca em boca, de geração em geração.  

O folclore brasileiro é muito rico, apresentando grande diversidade. Dentro da literatura oral tradicional encontramos lendas, mitos, provérbios, expressões idiomáticas, adivinhas, parlendas e trava-línguas, entre outros.

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.