Os trava-línguas fazem parte do folclore brasileiro, sendo manifestações da cultura oral popular, transmitida de geração em geração. 

Os trava-línguas são frases difíceis de pronunciar, formadas por muitas sílabas parecidas. São memorizados e repetidos de forma rápida em jogos verbais, tendo como objetivo a sua pronúncia clara, sem erros de articulação. É, contudo, frequente a troca ou omissão de sílabas ou a sua errada articulação, produzindo cacofonia e divertimento.

Exemplos de trava-línguas do folclore brasileiro

O rato roeu a roupa do rei de Roma.

O rato roeu a rolha da garrafa de rum do rei da Rússia.

Três pratos de trigo para três tigres tristes.

O sabiá não sabia que o sábio sabia que o sabiá não sabia assobiar.

Um ninho de mafagafos tinha sete mafagafinhos. Quem desmafagar esses mafagafinhos bom desmagafigador será.

O peito do pé de Pedro é preto. Quem disser que o peito do pé de Pedro é preto, tem o peito do pé mais preto do que o peito do pé de Pedro.

Embaixo da pia tem um pinto que pia, quanto mais a pia pinga mais o pinto pia!

O doce perguntou pro doce
Qual é o doce mais doce
Que o doce de batata-doce.
O doce respondeu pro doce
Que o doce mais doce que
O doce de batata-doce
É o doce de doce de batata-doce.

Olha o sapo dentro do saco
O saco com o sapo dentro,
O sapo batendo papo
E o papo soltando o vento.

Tinha tanta tia tantã.
Tinha tanta anta antiga.
Tinha tanta anta que era tia.
Tinha tanta tia que era anta.

Maria-Mole é molenga, se não é molenga,
Não é Maria-Mole. É coisa malemolente,
Nem mala, nem mola, nem Maria, nem mole.

A aranha arranha a rã.
A rã arranha a aranha.
Nem a aranha arranha a rã.
Nem a rã arranha a aranha.

Larga a tia, largatixa!
Lagartixa, larga a tia!
Só no dia que sua tia
Chamar largatixa de lagartixa!

Se o papa papasse papa, 
Se o papa papasse pão,
Se o papa tudo papasse,
Seria um papa-papão. 

O Tempo perguntou ao tempo quanto tempo o tempo tem, o Tempo respondeu ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo, tempo tem.

Farofa feita com muita farinha fofa faz uma fofoca feia.

O que é que Cacá quer? Cacá quer caqui. Qual caqui que Cacá quer? Cacá quer qualquer caqui.

Luiza lustrava o lustre listrado; o lustre lustrado luzia.