A principal característica de um texto pertencente ao gênero dramático é ser feito para ser encenado. Não existe um narrador que conta a ação, sendo o enredo apresentado através das falas das personagens, representadas por atores que vivenciam os acontecimentos. Assim, os diálogos e monólogos assumem uma importância fulcral.

Características do gênero dramático

  • É construído para a sua encenação, estando dividido em atos e cenas;
  • A história é contada pela fala das personagens;
  • Apresenta indicações cênicas que auxiliam a representação.

Estrutura do texto dramático

A estrutura do texto dramático, independentemente de ser feitos em verso ou em prosa, atua como facilitadora da dramatização. Para tal, fornece elementos auxiliadores da representação, como indicações do cenário, da música, da iluminação, do figurino,..., bem como outras indicações cênicas - chamadas rubricas ou didascálias - que guiam o ator durante a peça de teatro. 

Assim, um texto do gênero dramático apresenta esses dois tipos de conteúdos: o discurso direto das personagens e as indicações cênicas (rubricas ou didascálias).

Os textos dramáticos estão subdivididos em atos e cenas e apresentam o nome da personagem que dialoga antes da sua fala, marcando assim a sua entrada em cena. Normalmente segue uma sequência linear de: situação inicial, complicações com um ponto culminante (tensão) e desfecho.

Atualmente, as peças teatrais tentam aproximar os conflitos vividos pelas personagens dos conflitos vividos pela audiência, privilegiando-se a liberdade de expressão. Com a tendência atual de converter qualquer tipo de texto para representação teatral, são cada vez mais infrequentes textos puramente do gênero dramático.

Subgêneros do gênero dramático

Auto: Peça teatral sobre temas religiosos ou profanos com teor moralizante que, através de alegorias, visa satirizar e educar. As personagens são frequentemente representadas de forma abstrata: a bondade, a fome, a inveja,...

Comédia: Peça teatral que visa criticar os defeitos humanos e da sociedade através da exploração de situações ridículas e cômicas do cotidiano. As personagens são maioritariamente estereotipadas.

Tragédia: Peça teatral sobre um acontecimento trágico, que retrata adversidades e sofrimento das personagens, culminando num final funesto. Visa impressionar a audiência, provocando terror e compaixão.

Tragicomédia: Peça teatral que mistura características da comédia e da tragédia. São abordados assuntos trágicos e é retratada a desgraça das personagens com elementos cômicos e toques de humor.

Farsa: Peça teatral sobre situações grotescas e ridículas da vida cotidiana e familiar. Apresenta um caráter exageradamente caricatural e satírico. Visa criticar a sociedade e provocar o riso da audiência.