Segundo a gramática tradicional, os termos da oração dividem-se em: essenciais, integrantes e acessórios.

Os termos integrantes da oração são aqueles que integram, principalmente, o sentido de verbos e substantivos presentes na oração. 

Os principais termos integrantes da oração são os complementos verbais (objeto direto e objeto indireto), o complemento nominal e o agente da passiva. 

O predicativo do sujeito e o predicativo do objeto podem também ser considerados termos integrantes da oração, por atuarem como complementos nominais e verbais. Essa classificação não é, contudo, unânime.

Objeto direto

O objeto direto é um complemento verbal. É o termo da oração que indica o elemento que sofre a ação verbal, completando o sentido de um verbo transitivo direto. 

Exemplos de objeto direto:

  • Minha filha está lendo o livro no jardim.
  • Eu amo-o do fundo do meu coração.
  • Nunca experimentei essa receita.

Leia mais sobre as características do objeto direto.

Objeto indireto

O objeto indireto é um complemento verbal. É um termo preposicionado que indica o elemento ao qual se destina ação verbal. Completa o sentido de um verbo transitivo indireto.

Exemplos de objeto indireto:

  • O filho não obedeceu ao pai.
  • Neste momento, eu preciso de sua ajuda.
  • Você vai fugir de mim?

Leia mais sobre as características do objeto indireto.

Complemento nominal

O complemento nominal é um termo preposicionado que completa o sentido de um nome, como um substantivo, um adjetivo ou um advérbio. Existem diversos nomes que têm um significado incompleto sem esse complemento, como:

  • alheio a;
  • cheio de;
  • descontente com;
  • perito em;
  • devoção por;
  • ...

Exemplos de complemento nominal:

  • Minha vizinha está cheia de dores.
  • Ainda não estou pronta para o teste.
  • Minha avó tem muita devoção por Deus.

Leia mais sobre as características do complemento nominal.

Agente da passiva

O agente da passiva é um termo que existe apenas em orações na voz passiva analítica. Indica quem pratica a ação, correspondendo ao sujeito da voz ativa. É um termo preposicionado, introduzido pela preposição por e suas formas flexionadas (pelo, pela, pelos, pelas).

Exemplos de agente da passiva:

  • A apresentação foi realizada pela professora de Filosofia.
  • Todo o trabalho foi feito por mim.
  • O paciente foi acompanhado pela enfermeira.

Leia mais sobre o agente da passiva e a passagem da voz ativa para a voz passiva.

Predicativo do sujeito

O predicativo do sujeito é um termo que existe apenas nos predicados nominais. Atribui uma qualidade ao sujeito, caracterizando-o.

Exemplos de predicativo do sujeito:

  • Meu melhor amigo está tão triste.
  • Você anda agitada desde ontem.
  • Ela sempre foi a razão de tudo.

Leia mais sobre as características do predicativo do sujeito.

Predicativo do objeto

O predicativo do objeto é um termo que existe apenas nos predicados verbo-nominais. Atribui uma qualidade ao objeto direto ou ao objeto indireto, caracterizando-os.

Exemplos de predicativo do objeto:

  • Eu considero este assunto importantíssimo!
  • O professor elegeu-me representante da turma
  • Na aula de inglês, eu chamei-lhe burra.

Leia mais sobre as características do predicativo do objeto.

Termos essenciais e termos acessórios

Além dos termos integrantes, as orações são também compostas por termos essenciais e termos acessórios.

Os termos essenciais da oração são o sujeito e o predicado.
Os termos acessórios da oração são o adjunto adnominal, o adjunto adverbial e o aposto.