A morfologia é a parte da gramática que estuda as palavras de forma isolada, sem estarem necessariamente inseridas num contexto frásico.

A análise morfológica é, assim, a análise de cada uma das palavras de uma oração, que são classificadas de forma individual, conforme a classe gramatical a que pertencem.

Pode ser feita uma análise morfológica mais básica, indicando as diferentes classes gramaticais de cada uma das palavras da oração ou uma análise morfológica mais detalhada, indicando, além da classe gramatical, todas as características da palavra.

Exemplos de análise morfológica básica

O caderno da Bruna ficou molhado.

o: artigo definido
caderno: substantivo comum
da: preposição
Bruna: substantivo próprio
ficou: verbo ficar
molhado: adjetivo

Eu chegarei durante a manhã.

eu: pronome pessoal
chegarei: verbo chegar
durante: preposição
a: artigo definido
manhã: substantivo comum

Quem ficou tristíssimo com a notícia foi aquele garotinho.

quem: pronome interrogativo
ficou: verbo ficar
tristíssimo: adjetivo
com: preposição
a: artigo definido
notícia: substantivo comum
foi: verbo ser
aquele: pronome demonstrativo
garotinho: substantivo comum

Exemplos de análise morfológica detalhada

O caderno da Bruna ficou molhado.

o: artigo definido masculino no singular
caderno: substantivo comum masculino e concreto, no singular e no grau normal
da: contração da preposição essencial de com o artigo definido feminino singular a
Bruna: substantivo próprio feminino no singular
ficou: verbo ficar conjugado na 3.ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo
molhado: adjetivo masculino, no singular e no grau normal.

Eu chegarei durante a manhã.

eu: pronome pessoal reto, na 1.ª pessoa do singular
chegarei: verbo chegar conjugado na 1.ª pessoa do singular do futuro do presente do indicativo
durante: preposição acidental
a: artigo definido feminino no singular
manhã: substantivo comum feminino e concreto, no singular e no grau normal

Quem ficou tristíssimo com a notícia foi aquele garotinho.

quem: pronome interrogativo
ficou: verbo ficar conjugado na 3.ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo
tristíssimo: adjetivo masculino, no singular e no grau superlativo absoluto sintético
com: preposição essencial
a: artigo definido feminino no singular
notícia: substantivo comum feminino e concreto, no singular e no grau normal
foi: verbo ser conjugado na 3.ª pessoa do singular do pretérito perfeito do indicativo
aquele: pronome demonstrativo masculino, no singular
garotinho: substantivo comum masculino e concreto, no singular e no grau diminutivo

Classes gramaticais usadas na análise morfológica

Na análise morfológica, as palavras são analisadas e classificadas nas dez classes de palavras ou classes gramaticais existentes: substantivo, artigo, adjetivo, pronome, numeral, verbo, advérbio, preposição, conjunção e interjeição.

Substantivos

São palavras que nomeiam seres, lugares, qualidades, sentimentos e noções, entre outros. Sofrem flexão em gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau (diminutivo, normal, aumentativo).

São classificados em:

  • substantivos simples (casa, vida, luva)
  • substantivos compostos (guarda-chuva, passatempo)
  • substantivos primitivos (chuva, pedra, folha)
  • substantivos derivados (chuveiro, pedregulho, folhagem)
  • substantivos próprios (Brasil, Luísa, Acre)
  • substantivos comuns (mão, televisão, castelo)
  • substantivos coletivos (manada, frota, quadrilha)
  • substantivos concretos (lápis, cadeira, neve)
  • substantivos abstratos (alegria, raiva, feiura)
  • substantivos comuns de dois gêneros (o jovem, a jovem)
  • substantivos sobrecomuns (a criança, a pessoa)
  • substantivos epicenos (o jacaré, a formiga)
  • substantivos de dois números (o lápis, os lápis)

Artigos

São palavras definem (ou não) os substantivos que antecedem. Sofrem flexão em gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).

São classificados em:

  • artigos definidos (o, a, os, as)
  • artigos indefinidos (um, uma, uns, umas)

Adjetivos

São palavras que conferem uma qualidade, característica, aspecto ou estado a um substantivo. Sofrem flexão em gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e grau (normal, comparativo, superlativo).

São classificados em:

  • adjetivos simples (rosa, feio, grande)
  • adjetivos compostos (rosa-choque, mal-educado)
  • adjetivo primitivo (bom, feliz, triste)
  • adjetivo derivado (amarelado, furioso)
  • adjetivos biformes (simpático, simpática)
  • adjetivos uniformes (fácil, banal, doente)
  • adjetivos pátrios (brasileiro, pernambucano)

Pronomes

São palavras que substituem o substantivo numa frase ou que o acompanham e modificam. Sofrem flexão em gênero (masculino e feminino), número (singular e plural) e pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª pessoa do discurso).

São classificados em:

  • pronomes pessoais retos (eu, tu, ele)
  • pronomes pessoais oblíquos (me, o, a, se)
  • pronomes pessoais de tratamento (você, senhor)
  • pronomes possessivos (meu, teu, seu)
  • pronomes demonstrativos (este, esse, aquele)
  • pronomes interrogativos (que, quem, quanto)
  • pronomes relativos (que, cujo, onde)
  • pronomes indefinidos (todos, algum, nenhum)

Numerais

São palavras que indicam quantidades de pessoas ou coisas. Alguns são invariáveis, outros sofrem flexão em gênero (masculino e feminino) e número (singular e plural).

São classificados em:

  • Numerais cardinais (um, dois, três)
  • Numerais ordinais (primeiro, segundo)
  • Numerais multiplicativos (dobro, triplo)
  • Numerais fracionários (um meio, um terço)
  • Numerais coletivos (dúzia, dezena)

Verbos

São palavras que indicam, principalmente, ações. Sofrem flexão em tempo (passado, presente e futuro), modo (indicativo, subjuntivo e imperativo), pessoa (1.ª, 2.ª ou 3.ª pessoa do discurso), número (singular e plural), voz (ativa, passiva e reflexiva) e aspecto (incoativo, cursivo e conclusivo).

São classificados em:

  • verbos regulares (amar, dividir, vender)
  • verbos irregulares (dar, fazer, medir)
  • verbos anômalos (ser, ir)
  • verbos principais (ler, dormir, correr)
  • verbos auxiliares (ser, estar, ter, haver)
  • verbos de ligação (ser, estar, andar)
  • verbos defectivos (reaver, falir, banir)
  • verbos impessoais (haver, fazer, chover)
  • verbos unipessoais (acontecer, miar)
  • verbos abundantes (aceitado, aceito)
  • verbos pronominais (zangar-se, queixar-se)

Advérbios

São palavras invariáveis que modificam um verbo, um adjetivo ou um advérbio, indicando uma circunstância.

São classificados em:

  • advérbio de lugar (aqui, ali, perto)
  • advérbio de tempo (cedo, antes, amanhã)
  • advérbio de modo (bem, lentamente, mal)
  • advérbio de afirmação (sim, certamente)
  • advérbio de negação (não, jamais, nunca)
  • advérbio de dúvida (talvez, possivelmente)
  • advérbio de intensidade (muito, tão, pouco)
  • advérbio de exclusão (só, apenas, salvo)
  • advérbio de inclusão (também, ainda)
  • advérbio de ordem (primeiramente, depois)

Preposições

São palavras invariáveis que estabelecem conexões com vários sentidos entre dois termos da oração.

São classificados em:

  • preposições essenciais (a, de, por, para, até, com)
  • preposições acidentais (conforme, durante, como, segundo)

Conjunções

São palavras invariáveis que ligam duas orações ou termos de uma mesma oração.

São classificados em:

  • conjunções coordenativas (e, mas, ou, pois, porque)
  • conjunções subordinativas (que, como, quanto, se, quando)

Interjeições

São palavras invariáveis que exprimem emoções, sensações, estados de espírito. Expressam alegria (Oba!), aprovação (Boa!), dor (Ai!), surpresa (Vixe!), impaciência (Pô!), medo (Ui!), entre outros.

Leia também: Classes gramaticais: as 10 classes de palavras

Análise morfológica e análise sintática

Enquanto na análise morfológica as palavras são classificadas de forma isolada, de acordo com a classe gramatical que representam, na análise sintática é feita a classificação da função que as palavras desempenham na oração.

Frase: Ela viu o ladrão.

Análise morfológica:
ela: pronome pessoal reto
viu: verbo ver
o: artigo definido
ladrão: substantivo comum

Análise sintática:
ela: sujeito
viu o ladrão: predicado
o ladrão: objeto direto
o: adjunto adnominal

Veja também: Análise sintática

Exercícios com análise morfológica

Já aprendeu tudo sobre análise morfológica? Verifique os conhecimentos aprendidos!

1. Classifique morfologicamente a palavra “meus”.

a) Pronome possessivo, masculino, plural, na 1.ª pessoa do singular.
b) Pronome possessivo, masculino, plural, na 1.ª pessoa do plural.
c) Pronome possessivo, masculino, singular, na 1.ª pessoa do plural.
d) Pronome possessivo, masculino, plural, na 3.ª pessoa do singular.

a) Pronome possessivo, masculino, plural, na 1.ª pessoa do singular.

2. Em qual das seguintes opções a palavra destacada não é uma preposição.

a) Agradeço a todos pela ajuda que me deram.
b) Vim correndo de lá até aqui.
c) Eu disse que queria mais.
d) Não se preocupe, eu vou por ali.

c) Eu disse que queria mais.

3. Faça a análise morfológica das palavras destacadas na frase.

Os meus irmãos estudaram na Inglaterra.

irmãos: substantivo comum masculino, concreto, plural, no grau normal
estudaram: verbo estudar conjugado na 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do indicativo
na: contração da preposição essencial em com o artigo definido feminino singular a

Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.