Artigos são palavras que acompanham os substantivos, indicando o seu número (singular ou plural) e o seu gênero (masculino ou feminino). Podem ser classificados em artigos definidos e indefinidos.

Artigos definidos determinam os substantivos: o garoto.
Artigos indefinidos indeterminam os substantivos: um garoto.

Quais são os artigos definidos?

Os artigos definidos são o, a, os, as. Determinam os substantivos de forma particular, objetiva e precisa, individualizando seres e objetos:

  • O vizinho ganhou a loteria.
  • A criança caiu na praça.

Emprego dos artigos definidos

Em alguns nomes de cidades, estados, países,…:

  • o Rio de Janeiro;
  • a Bahia;
  • a Alemanha;
  • o Canadá.

Em nomes de estações do ano:

  • o inverno;
  • o verão;
  • a primavera;
  • o outono.

Em nomes de pontos cardeais:

  • o norte;
  • o sul;
  • o leste;
  • o este.

Em nomes de feriados e datas comemorativas:

  • o Natal;
  • a Páscoa;
  • o Dia da Bandeira Nacional.

Em cognomes e títulos:

  • o senhor;
  • o doutor;
  • o professor;
  • a louca.

Em nomes próprios, transmitindo conhecimento e familiaridade:

  • o Paulo;
  • a Carla;
  • o Mateus.

Nota: O uso do artigo neste caso é facultativo.

Com pronomes possessivos:

  • o meu carro;
  • a nossa irmã;
  • o seu copo.

Nota: O uso do artigo neste caso é facultativo.

Com a palavra todos, para indicar uma totalidade:

  • todos os alunos;
  • todas as mães;
  • todos os entrevistados.

Após o numeral ambos:

  • ambos os amigos;
  • ambas as irmãs;
  • ambos os candidatos.

Quais são os artigos indefinidos?

Os artigos indefinidos são um, uma, uns, umas. Indeterminam os substantivos, caracterizando-os de forma vaga, imprecisa e generalizada, sem particularizar e individualizar seres e objetos:

  • Um vizinho ganhou a loteria.
  • Uma criança caiu na praça.

Emprego dos artigos indefinidos

Com números quando indica aproximação numérica:

  • umas quarenta;
  • uns cem.

Para enfatizar:

  • um verdadeiro amor;
  • um encanto.

Para comparar alguém com uma figura conhecida:

  • ela é uma rainha;
  • ele é um Dom Juan.

Para referir obras de um artista:

  • comprei um Miró;
  • um belíssimo Picasso.

Para indicar uma pessoa de uma família:

  • ele é um Brandão;
  • ela é uma Almeida.

Contração de artigos com preposições

Os artigos contraem-se com as preposições a, em, de e por.

Artigos definidos contraídos com preposições:

Preposição a

  • ao (a + o)
  • à (a + a)
  • aos (a + os)
  • às (a + as)

Preposição de

  • do (de + o)
  • da (de + a)
  • dos (de + os)
  • das (de + as)

Preposição em 

  • no (em + o)
  • na (em + a)
  • nos (em + os)
  • nas (em + as)

Preposição por

  • pelo (por + o)
  • pela (por + a)
  • pelos (por + os)
  • pelas (por + as)

Artigos indefinidos contraídos com preposições:

Preposição em

  • num (em + um)
  • numa (em + uma)
  • nuns (em + uns)
  • numas (em + umas)

Preposição de

  • dum (de + um)
  • duma (de + uma)
  • duns (de + uns)
  • dumas (de + umas)

Exemplos de contração de preposições com artigos:

  • Hoje de manhã, fui à feira e ao supermercado.
  • Do meu lado direito estava estacionado um carro amarelo.
  • Na rua onde moro, há um grande jardim.
  • A mãe distribuiu os bombons pelofilho e pela filha.
  • Estavam todos numa grande confusão.
  • Estou precisando duma cama confortável e de descanso!

Outras funções dos artigos

Além de definir e indefinir substantivos, indicando o gênero e número destes, os artigos possuem outras funções muito importantes, como a substantivação de palavras e a distinção entre palavras homônimas.

Função de substantivação

No processo de substantivação, os artigos criam substantivos a partir de outras classes gramáticas, transformando, por exemplo, adjetivos e verbos em substantivos.

  • Aquela menina tem um andar gracioso. (substantivação de um verbo)
  • O verde da água do lago é lindíssimo! (substantivação de um adjetivo)

Função de distinção entre homônimos

Relativamente à distinção entre substantivos homônimos, é através do artigo que se faz a distinção entre o feminino e o masculino da palavra e a consequente distinção entre seus significados.

  • Minha cabeça está doendo.
  • Tiago é o cabeça da turma.
  • O capital financeiro da empresa está em risco.
  • Brasília é a capital do Brasil.