Considerada como complicada pela maioria dos estudantes, a interpretação de textos é, efetivamente, um exercício complexo!

A interpretação de textos…

  • Implica a mobilização dos conhecimentos prévios que cada pessoa possui antes da leitura de um determinado texto;
  • Pressupõe que a aquisição do novo conteúdo lido estabeleça uma relação com a informação já possuída, levando ao crescimento e à ampliação do conhecimento do leitor;
  • Pretende que haja uma apreciação pessoal e crítica aquando da análise do novo conteúdo lido, afetando de alguma forma o leitor.

Assim, podemos afirmar que existem diferentes tipos de leitura: uma leitura prévia, uma leitura seletiva, uma leitura analítica e, por fim, uma leitura interpretativa.

Como interpretar um texto?

Para uma correta compreensão e interpretação do texto, siga os seguintes passos:

1) Leia lentamente o texto todo.

A primeira leitura do texto deverá ser feita com calma e sem interrupções. No primeiro contato com o texto, o mais importante é tentar compreender o sentido global do texto e identificar o seu objetivo. Não é essencial entender a totalidade do texto, nem o significado de todas as palavras.

2) Releia o texto quantas vezes forem necessárias.

Nas leituras seguintes, será mais fácil identificar as ideias principais de cada parágrafo e compreender o desenvolvimento do texto, ou seja, a relação que diversas ideias estabelecem umas com as outras.

3) Sublinhe as ideias mais importantes.

A realização de sublinhados deverá ser feita apenas quando já se tiver uma boa noção da ideia principal e das ideias secundárias do texto. De outra forma, pode haver excesso de sublinhados, o que complica mais do que ajuda.

4) Separe fatos de opiniões.

Na leitura do texto, o leitor deverá separar claramente o que é um fato (verdadeiro, objetivo e comprovável) do que é uma opinião (pessoal, tendenciosa e mutável). É importante também diferenciar as ideias transmitidas pelo autor das suas próprias ideias, que não deverão prevalecer sobre ou refutar as ideias transmitidas no texto.

5) Retorne ao texto sempre que necessário.

Deverá haver um retorno ao texto para nova leitura de parágrafos, frases, expressões,... (ou até do texto completo) quando for necessário responder a perguntas, identificar palavras, expressões, frases, pontuação, funções da linguagem,... É importante, também, entender com cuidado e atenção os enunciados das questões.

6) Reescreva o conteúdo lido.

Para melhor compreensão ou memorização, muitos estudantes recorrem à reescrita do texto feita com as suas próprias palavras. Para tal efeito podem ser feitos resumos, tópicos, esquemas,...

Dicas para a interpretação de texto

Leia estas dicas, para que a leitura e interpretação de textos se torne um processo cada vez mais fácil!

Dica 1: Leia muito e com vontade.

É de extrema importância que haja uma leitura frequente de diversos conteúdos, que haja um hábito de leitura assíduo e um gosto na realização dessa leitura.

Dica 2: Crie familiaridade com o conteúdo escrito.

Apesar da leitura frequente ser o mais importante, há outros pequenos hábitos que contribuem para a criação de uma familiaridade com as palavras e os diversos conteúdos escritos, como:

  • a análise de palavras em diversas fontes, como músicas, provérbios, ditados, propagandas,...;
  • a análise de informação estruturada em gráficos, tabelas, diagramas, mapas,…
  • o uso de técnicas que contribuam para a diversificação vocabular, como o uso de sinônimos e antônimos;
  • o uso recorrente de dicionários e gramáticas para esclarecer qualquer dúvida ou aumentar conhecimentos sobre uma palavra ou matéria;
  • a realização de palavras cruzadas e outras atividade lúdicas;
  • ...

Dica 3: Pratique a interpretação de textos.

Quanto mais pratica tivermos na realização de alguma coisa, mais fácil será a realização dessa mesma coisa. Com a interpretação de texto é assim também. Se a interpretação de texto for realizada apenas em concursos e provas, será sempre um pouco difícil, mas se for constantemente praticada, ficará cada vez mais fácil. Para isso, em qualquer conteúdo escrito pratique:

  • Identificar ideias principais;
  • Relacionar as ideias e as situações presentes no texto com a realidade;
  • Resumir as principais ideias do texto;
  • Parafrasear o conteúdo do texto, tirando conclusões pessoais sobre as ideias apresentadas pelo autor.