Os tempos verbais indicam o momento em que ocorre a ação transmitida pelo verbo.

  • Indicam o presente quando se referem a algo que acontece no momento em que se fala. 
  • Indicam o futuro quando se referem a algo que acontecerá depois do momento em que se fala.
  • Indicam o passado, também chamado de pretérito, quando se referem a algo que aconteceu antes do momento em que se fala.

Os tempos verbais estão estruturados nos modos verbais. Podem ser simples, sendo formados por apenas uma forma verbal, ou compostos, sendo formados por um verbo auxiliar e um verbo principal. 

Tempos verbais do modo indicativo

Os tempos verbais do modo indicativo transmitem ações certas e reais.

Presente do indicativo

O presente do indicativo indica uma ação que ocorre no mesmo momento em que é contada. Indica também uma ação habitual ou um estado permanente.
Exemplo: Como estou na faculdade, eu estudo todos os dias.

Pretérito imperfeito do indicativo

O pretérito imperfeito do indicativo indica uma ação passada frequente ou que tem continuidade e duração no tempo.
Exemplo: Quando estava no colégio, eu estudava todos os fins de semana.

Pretérito perfeito do indicativo

O pretérito perfeito do indicativo indica uma ação que ocorreu num momento do passado, estando já concluída.
Exemplo: Eu estudei muito no fim de semana passado.

Pretérito mais-que-perfeito do indicativo

O pretérito mais-que-perfeito do indicativo indica uma ação que ocorreu antes de outra ação passada.
Exemplo: Apenas de noite eu notei que eu estudara a tarde toda.

Futuro do presente do indicativo

O futuro do presente do indicativo indica uma ação que ocorrerá no futuro.
Exemplo: Eu estudarei mais de hoje em diante.

Futuro do pretérito do indicativo

O futuro do pretérito do indicativo indica uma ação futura que se encontra condicionada por outra, sendo consequente dela.
Exemplo: Eu estudaria mais se tivesse companhia.

Pretérito perfeito composto do indicativo

O pretérito perfeito composto do indicativo indica uma ação passada que se prolonga até ao momento presente.
Exemplo: Eu tenho estudado muito para o Enem.

Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo

O pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo indica uma ação no passado que ocorreu antes de outra ação no passado.
Exemplo: Eu já tinha estudado o suficiente.

Futuro do presente composto do indicativo

O futuro do presente composto do indicativo indica uma ação no futuro que estará terminada antes de outra ação no futuro.
Exemplo: Eu terei estudado tudo ao fim do dia.

Futuro do pretérito composto do indicativo

O futuro do pretérito composto do indicativo indica uma ação que poderia ter acontecido no passado, estando condicionada por outra ação no passado.
Exemplo: Eu teria estudado mais se soubesse que levaria bomba.

Tempos verbais do modo subjuntivo

Os tempos verbais do modo subjuntivo transmitem ações possíveis, mas dependentes de outras.

Presente do subjuntivo

O presente do subjuntivo indica uma ação hipotética, baseada em desejos e suposições.
Exemplo: Minha mãe quer que eu estude mais.

Pretérito imperfeito do subjuntivo

O pretérito imperfeito do subjuntivo indica uma ação que estabelece uma relação de condição com outra.
Exemplo: Eu saberia a matéria toda se eu estudasse mais. 

Futuro do subjuntivo

O futuro do subjuntivo indica uma ação possível, mas que ainda não aconteceu no futuro.
Exemplo: Os exercícios serão mais fáceis quando eu estudar mais.

Pretérito perfeito composto do subjuntivo

O pretérito perfeito composto do subjuntivo indica uma ação anterior, já concluída no passado.
Exemplo: Minha mãe não acredita que eu tenha estudado a tarde toda.

Pretérito mais-que-perfeito composto do subjuntivo

O pretérito mais-que-perfeito composto do subjuntivo indica uma ação hipotética, anterior a outra ação no passado.
Exemplo: Minha nota seria melhor se eu tivesse estudado mais.

Futuro composto do subjuntivo

O futuro composto do subjuntivo indica uma ação que estará terminada antes de outra ação no futuro.
Exemplo: Só poderei sair quando eu tiver estudado tudo.

Tempos verbais do modo imperativo

A ação expressa pelo imperativo é uma ordem, pedido, súplica, convite ou conselho.

Imperativo afirmativo

O imperativo afirmativo indica uma ação que ordena, pede, suplica, aconselha,… de forma afirmativa.
Exemplo: Estuda mais!

Imperativo negativo

O imperativo negativo indica uma ação que ordena, pede, suplica, aconselha,… de forma negativa.
Exemplo: Não estudes mais!

Tempos primitivos e tempos derivados

Dos tempos verbais acima referidos, alguns são classificados de tempos primitivos, tendo já ocorrência no latim, outros são classificados de tempos derivados, sendo formados a partir dos tempos primitivos.

Tempos primitivos:

  • presente do indicativo;
  • pretérito perfeito do indicativo;
  • infinitivo impessoal.

Tempos derivados do presente do indicativo:

  • presente do subjuntivo;
  • imperativo afirmativo;
  • imperativo negativo.

Tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo:

  • pretérito mais-que-perfeito do indicativo;
  • pretérito imperfeito do subjuntivo;
  • futuro do subjuntivo.

Tempos derivados do infinitivo impessoal:

  • futuro do presente do indicativo;
  • futuro do pretérito do indicativo;
  • pretérito imperfeito do indicativo;
  • infinitivo pessoal;
  • gerúndio;
  • particípio.

Conjugação nos diferentes tempos verbais 

Verbo estudar: exemplo de conjugação verbal de um verbo regular da 1.ª conjugação.

Presente do indicativo
(eu) estudo; (tu) estudas; (ele) estuda; (nós) estudamos; (vós) estudais; (eles) estudam.

Pretérito imperfeito do indicativo
(eu) estudava; (tu) estudavas; (ele) estudava; (nós) estudávamos; (vós) estudáveis; (eles) estudavam.

Pretérito perfeito do indicativo
(eu) estudei; (tu) estudaste; (ele) estudou; (nós) estudamos; (vós) estudastes; (eles) estudaram.

Pretérito perfeito composto do indicativo
(eu) tenho estudado; (tu) tens estudado; (ele) tem estudado; (nós) temos estudado; (vós) tendes estudado; (eles) têm estudado.

Pretérito mais-que-perfeito do indicativo:
(eu) estudara; (tu) estudaras; (ele) estudara; (nós) estudáramos; (vós) estudáreis; (eles) estudaram.

Pretérito mais-que-perfeito composto do indicativo:
(eu) tinha estudado; (tu) tinhas estudado; (ele) tinha estudado; (nós) tínhamos estudado; (vós) tínheis estudado; (eles) tinham estudado.

Futuro do presente do indicativo:
(eu) estudarei; (tu) estudarás; (ele) estudará; (nós) estudaremos; (vós) estudareis; (eles) estudarão.

Futuro do presente composto do indicativo:
(eu) terei estudado; (tu) terás estudado; (ele) terá estudado; (nós) teremos estudado; (vós) tereis estudado; (eles) terão estudado.

Futuro do pretérito do indicativo:
(eu) estudaria; (tu) estudarias; (ele) estudaria; (nós) estudaríamos; (vós) estudaríeis; (eles) estudariam.

Futuro do pretérito composto do indicativo:
(eu) teria estudado; (tu) terias estudado; (ele) teria estudado; (nós) teríamos estudado; (vós) teríeis estudado; (eles) teriam estudado.

Presente do subjuntivo:
(que eu) estude; (que tu) estudes; (que ele) estude; (que nós) estudemos; (que vós) estudeis; (que eles) estudem.

Pretérito imperfeito do subjuntivo:
(se eu) estudasse; (se tu) estudasses; (se ele) estudasse; (se nós) estudássemos; (se vós) estudásseis; (se eles) estudassem.

Pretérito perfeito composto do subjuntivo:
(que eu) tenha estudado; (que tu) tenhas estudado; (que ele) tenha estudado; (que nós) tenhamos estudado; (que vós) tenhais estudado; (que eles) tenham estudado.

Pretérito mais-que-perfeito composto do subjuntivo:
(se eu) tivesse estudado; (se tu) tivesses estudado; (se ele) tivesse estudado; (se nós) tivéssemos estudado; (se vós) tivésseis estudado; (se eles) tivessem estudado.

Futuro do subjuntivo:
(quando eu) estudar; (quando tu) estudares; (quando ele) estudar; (quando nós) estudarmos; (quando vós) estudardes; (quando eles) estudarem.

Futuro composto do subjuntivo:
(quando eu) tiver estudado; (quando tu) tiveres estudado; (quando ele) tiver estudado; (quando nós) tivermos estudado; (quando vós) tiverdes estudado; (quando eles) tiverem estudado.

Imperativo afirmativo
estuda (tu); estude (ele); estudemos (nós); estudai (vós); estudem (eles).

Imperativo negativo
não estudes (tu); não estude (ele); não estudemos (nós); não estudeis (vós); não estudem (eles).

Infinitivo impessoal
estudar.

Infinitivo pessoal
(eu) estudar; (tu) estudares; (ele) estudar; (nós) estudarmos; (vós) estudardes; (eles) estudarem.

Infinitivo pessoal composto
(eu) ter estudado; (tu) teres estudado; (ele) ter estudado; (nós) termos estudado; (vós) terdes estudado; (eles) terem estudado.

Particípio
estudado.

Gerúndio
estudando.

Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.