Através de interjeições é possível exprimir emoções, sensações, estados de espírito,... O sentido da interjeição depende do contexto onde ela é utilizada, bem como da entonação do falante. São utilizadas maioritariamente em frases exclamativas e apelativas.

As interjeições são estruturas linguística simples que não possuem função sintática e podem ser compreendidas isoladamente. São invariáveis e podem ser formadas por sons vocálicos, palavras ou conjuntos de palavras, sendo denominadas assim de locuções interjetivas.

Exemplos de interjeições:

  • Sons vocálicos: Ui!, Ah!, Oh!,…
  • Palavras: Credo!, Cruzes!, Atenção!,...
  • Locuções interjetivas: Nossa Senhora!, Valha-me Deus!, Que pena!,...

Classificação das interjeições

As interjeições não possuem uma classificação rígida, visto serem polissêmicas, ou seja, uma interjeição possui diversos significados, expressando diversos sentimentos e sensações, conforme o contexto em que ocorre.

Podem ser classificadas em:

  • Interjeições de alegria: Oh!, Ah!, Oba!, Viva!, Opa!,…
  • Interjeições de estímulo: Vamos!, Força!, Coragem!, Ânimo!, Adiante!,…
  • Interjeições de aprovação: Apoiado!, Boa!, Bravo!,…
  • Interjeições de desejo: Oh!, Tomara!, Oxalá!,…
  • Interjeições de dor: Ai!, Ui!, Ah!, Oh!,…
  • Interjeições de surpresa: Nossa!, Cruz!, Caramba!, Opa!, Virgem!, Vixe!,…
  • Interjeições de impaciência: Diabo!, Puxa!, Pô!, Raios!, Ora!,…
  • Interjeições de silêncio: Psiu!, Silêncio!,…
  • Interjeições de alívio: Uf!, Ufa! Ah!,…
  • Interjeições de medo: Credo!, Cruzes!, Uh!, Ui!,…
  • Interjeições de advertência: Cuidado!, Atenção!, Olha!, Alerta!, Sentido!,…
  • Interjeições de concordância: Claro!, Tá!, Hã-hã!,…
  • Interjeições de desaprovação: Credo!, Francamente!, Xi!, Chega!, Basta!, Ora!,…
  • Interjeições de incredulidade: Hum!, Epa!, Ora!, Qual!,…
  • Interjeições de socorro: Socorro!, Aqui!, Piedade!, Ajuda!,…
  • Interjeições de cumprimentos: Olá!, Alô!, Ei!, Tchau!, Adeus!,…
  • Interjeições de afastamento: Rua!, Xô!, Fora!, Passa!,…