Os adjetivos sofrem flexão em grau, indicando assim gradação nas qualidades representadas pelos adjetivos.

Grau comparativo dos adjetivos

No grau comparativo, ocorre principalmente a comparação de uma característica em dois ou mais seres. Pode ocorrer também a comparação de duas ou mais características do mesmo ser.

O grau comparativo estabelece inferioridade, igualdade e superioridade, subdividindo-se em grau comparativo de inferioridade, grau comparativo de igualdade e grau comparativo de superioridade.

Grau comparativo de inferioridade

menos… que ou menos… do que

  • Letícia é menos agitada que Mateus.
  • Letícia é menos agitada do que Mateus.

Grau comparativo de igualdade

tão… quanto, tão… como ou tão… quão

  • Letícia é tão agitada quanto Mateus.
  • Letícia é tão agitada como Mateus.
  • Letícia é tão agitada quão faladora.

Grau comparativo de superioridade

mais… que ou mais… do que

  • Letícia é mais agitada que Mateus.
  • Letícia é mais agitada do que Mateus.

Alguns adjetivos apresentam formas sintéticas no grau comparativo de superioridade:
(mais) bom = melhor;
(mais) mau = pior;
(mais) grande = maior;
(mais) pequeno = menor.

Nessas situações, não deverá ser usado o advérbio mais:

  • Letícia é melhor que Mateus.
  • Letícia é melhor do que Mateus.
  • Letícia é pior que Mateus.
  • Letícia é pior do que Mateus.
  • Letícia é maior que Mateus.
  • Letícia é maior do que Mateus.
  • Letícia é menor que Mateus.
  • Letícia é menor do que Mateus.

Outros graus dos adjetivos

Além do grau comparativo, os adjetivos também podem ser usados no grau normal ou no grau superlativo, que se subdivide em:

  • grau superlativo relativo de inferioridade;
  • grau superlativo relativo de superioridade;
  • grau superlativo absoluto analítico;
  • grau superlativo absoluto sintético.

Saiba tudo sobre os graus dos adjetivos.
 

Publicado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.