Substantivos próprios são palavras que designam seres individuais e específicos, particularizando-os dentro de sua espécie e distinguindo-os dos restantes. São escritos com letra maiúscula.

Os substantivos próprios mais comuns são os que indicam nomes de pessoas (antroponímia) e os que indicam nomes de lugares (toponímia).

Exemplos de substantivos próprios

Nomes de pessoas (nomes, sobrenomes, apelidos)

  • Adriana;
  • Bernardo;
  • Bruno;
  • Carlos;
  • Felipe;
  • Flávia;
  • Luísa;
  • Mariana;
  • Renata;
  • Ricardo;
  • Roberta;
  • Tiago;
  • Andrade;
  • Ferreira;
  • Lima;
  • Pereira;
  • Ramos;
  • Santos;
  • Silva;
  • Souza.

Nomes de lugares (vilas, cidades, países, continentes)

  • Copacabana;
  • Curitiba;
  • Porto Seguro;
  • Ceará;
  • Minas Gerais;
  • Rio de Janeiro;
  • Buenos Aires;
  • Londres;
  • Paris;
  • Brasil;
  • Canadá;
  • Uruguai;
  • Venezuela;
  • América;
  • Europa.

Nomes de animais de estimação

  • Bidu;
  • Bob;
  • Bolinha;
  • Cacau;
  • Chico;
  • Fifi;
  • Genara;
  • Lilica;
  • Loreta;
  • Luna;
  • Nina;
  • Pingo;
  • Raio;
  • Rex;
  • Xamico;
  • Zafiro.

Nomes de rios, mares e oceanos

  • Amazonas;
  • Tietê;
  • Nilo;
  • Sena;
  • Reno;
  • Danúbio;
  • Yangtzé;
  • Ganges;
  • Mediterrâneo;
  • Cáspio;
  • Adriático;
  • Negro;
  • Morto;
  • Vermelho;
  • Egeu;
  • Bering;
  • Ártico;
  • Atlântico;
  • Índico;
  • Pacífico.

Nomes de acidentes geográficos

  • Everest;
  • Andes;
  • Himalaias;
  • Pirinéus;
  • Serra do Mar;
  • Serra da Mantiqueira;
  • Serra da Canastra;
  • Planalto das Guianas;
  • Planalto Central;
  • Chapada Diamantina.

Nomes de entidades e instituições

  • Organização das Nações Unidas;
  • Ministério da Educação;
  • Ministério da Previdência Social;
  • Organização do Tratado do Atlântico Norte;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro;
  • Organização dos Países Exportadores de Petróleo;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Nomes do folclore e da mitologia

  • Saci;
  • Curupira;
  • Boitatá;
  • Iara;
  • Cuca;
  • Afrodite;
  • Zeus;
  • Apolo;
  • Nêmesis;
  • Aquiles;
  • Hades;
  • Morfeu;
  • Pã.

Nomes de astros

  • Sol;
  • Lua;
  • Terra;
  • Vênus;
  • Marte;
  • Júpiter;
  • Plutão;
  • Sirius;
  • Orion;
  • Centauro;
  • Andrômeda.

Nomes de festividades e festas populares

  • Ano Novo;
  • Carnaval;
  • Natal;
  • Páscoa;
  • São João;
  • Oktoberfest.

Nomes de livros e periódicos

  • Macunaíma;
  • Grande Sertão: Veredas;
  • O Sítio do Pica-pau Amarelo;
  • Guerra e Paz;
  • Cem Anos de Solidão;
  • Orgulho e Preconceito;
  • O Globo;
  • O Estado de São Paulo;
  • Correio do Brasil.

Nomes de marcas

  • Pepsi;
  • Skol;
  • Brahma;
  • Nintendo;
  • Nike;
  • Avon;
  • Brastemp;
  • Palmolive;
  • Colgate;
  • Gillette;
  • Maizena;
  • Michelin;
  • Pantene.

Substantivo próprio e comum

Dentre os diversos tipos de substantivos, os substantivos próprios distinguem-se principalmente dos substantivos comuns, que designam os seres de forma genérica, sem os especificar.

Os substantivos próprios são escritos com letra inicial maiúscula e os substantivos comuns são escritos com letra inicial minúscula.

Distinção entre substantivos próprios e substantivos comuns

Meu cachorro se chama Floquinhos.
substantivo próprio: Floquinhos
substantivo comum: cachorro

Meu irmão Bruno vem me visitar amanhã.
substantivo próprio: Bruno
substantivo comum: irmão

O Rio de Janeiro será sempre a cidade do meu coração!
substantivo próprio: Rio de Janeiro
substantivo comum: cidade

Saiba mais sobre substantivos comuns.

Plural de substantivos próprios

Os substantivos próprios, em específico os antropônimos, podem sofrer flexão em número, ocorrendo no singular e no plural:

  • as Fernandas;
  • os Rodrigos;
  • as Paulas;
  • os Mateus;
  • as Beatrizes;
  • os Daniéis.

Os sobrenomes podem permanecer no singular ou passar para o plural:

  • os Silva;
  • os Silvas;
  • os Pereira;
  • os Pereiras;
  • os Lima;
  • os Limas.
Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.