Uma pergunta retórica, ao contrário de uma pergunta verdadeira, não tem como objetivo a obtenção de uma resposta ou nova informação. A resposta da pergunta retórica já é do conhecimento dos diversos interlocutores ou se encontra subentendida.

Embora formulada como uma interrogação, uma pergunta retórica não pretende questionar, mas sim afirmar ou insinuar uma informação, utilizando ironia e sarcasmo.

Recorrendo à capacidade expressiva da linguagem, uma pergunta retórica visa, principalmente:

  • expressar uma crítica social;
  • manifestar indignação com alguma situação;
  • estimular o interlocutor para uma reflexão;
  • persuadir o interlocutor para uma causa;
  • sensibilizar o interlocutor;
  • enfatizar uma ideia.

Exemplos de perguntas retóricas

  • Quem não quer ser feliz?
  • Você pensa que eu sou bobo?
  • Você acha que eu nasci ontem?
  • Quem você pensa que é?
  • Como podemos viver com tanta insegurança?
  • Até quando vamos ter de aguentar esta corrupção?
  • Onde vamos chegar com tudo isso?
  • Quantas vezes eu tenho que dizer a mesma coisa?

Pergunta retórica X pergunta verdadeira

Diferentemente da pergunta retórica, o propósito de uma pergunta verdadeira é a obtenção de uma resposta, de uma nova informação, ou seja, de uma informação que não se tem e que se pretende ter.

Exemplos de perguntas verdadeiras

  • Que horas são?
  • Você gosta de canjica?
  • Qual é a capital do Brasil?
  • Vocês vão à festa?
  • Onde fica a Rua Toneleros?
  • Quem ganhou a corrida?
Publicado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.