Orações reduzidas são aquelas que não são introduzidas por conjunções e que possuem verbos nas suas formas nominais: infinitivo, gerúndio e particípio.

São, assim, diferentes das orações desenvolvidas, que são introduzidas por um pronome ou conjunção e que são formadas por um verbo no indicativo ou no subjuntivo.

Orações reduzidas de infinitivo

No infinitivo impessoal, os verbos da 1.ª conjugação terminam em -ar, os da 2.ª conjugação terminam em -er e os da 3.ª conjugação terminam em -ir. Nas orações reduzidas, os verbos podem aparecer também no infinitivo pessoal, sendo flexionados em número e pessoa.

As orações reduzidas de infinitivo podem ser ou não iniciadas por uma preposição.

Oração subordinada substantiva subjetiva

Reduzida: É essencial comparecer no evento
Desenvolvida: É essencial que você compareça no evento. 

Oração subordinada substantiva objetiva direta

Reduzida: Os alunos não sabiam ser dia de prova.
Desenvolvida: Os alunos não sabiam que era dia de prova.

Oração subordinada substantiva objetiva indireta

Reduzida: O médico insistiu em fazermos uma dieta
Desenvolvida: O médico insistiu em que nós fizéssemos uma dieta.

Oração subordinada substantiva completiva nominal

Reduzida: Eu tenho esperança de conseguirem o emprego.
Desenvolvida: Eu tenho esperança de que consigam o emprego.

Oração subordinada substantiva predicativa

Reduzida: O melhor é ser sempre feliz!
Desenvolvida: O melhor é que eu seja sempre feliz!

Oração subordinada substantiva apositiva

Reduzida: Apenas quero uma coisa: encontrar o meu próprio caminho.
Desenvolvida: Apenas quero uma coisa: que eu encontre o meu próprio caminho.

Oração subordinada adverbial causal

Reduzida: Por ser sempre assim, já ninguém dá atenção!
Desenvolvida: Porque é sempre assim, já ninguém dá atenção!

Oração subordinada adverbial condicional

Reduzida: Sem arrumarem o quarto, não iremos ao cinema.
Desenvolvida: Caso não arrumem o quarto, não iremos ao cinema.

Oração subordinada adverbial concessiva

Reduzida: Sem saber nada sobre você, eu acredito na sua honestidade.
Desenvolvida: Embora eu não saiba nada sobre você, eu acredito na sua honestidade.

Oração subordinada adverbial temporal

Reduzida: Ao entrar em casa, vi que tinha sido assaltada.
Desenvolvida: Quando entrei em casa, vi que tinha sido assaltada.

Oração subordinada adverbial final

Reduzida: Para poder descansar, decidi ceder e esquecer o assunto.
Desenvolvida: Para que eu pudesse descansar, decidi ceder e esquecer o assunto.

Oração subordinada adverbial consecutiva

Reduzida: Ela comeu tanto, ao ponto de vomitar tudo
Desenvolvida: Ela comeu tanto, ao ponto que vomitou tudo. 

Oração subordinada adjetiva

Reduzida: A patinadora, a rodopiar no meio do palco, era a minha filha.
Desenvolvida: A patinadora, que rodopiava no meio do palco, era a minha filha.

Orações reduzidas de gerúndio

No gerúndio, os verbos da 1.ª conjugação terminam em -ando, os da 2.ª conjugação terminam em -endo e os da 3.ª conjugação terminam em -indo.

Oração subordinada adverbial causal

Reduzida: Não sendo honesta, só arrumou confusão.
Desenvolvida: Como não foi honesta, só arrumou confusão.

Oração subordinada adverbial condicional

Reduzida: Precisando de ajuda, fale comigo.
Desenvolvida: Caso precise de ajuda, fale comigo.

Oração subordinada adverbial concessiva

Reduzida: Respeitando o combinado, outros acordos serão necessários.
Desenvolvida: Ainda que respeitem o combinado, outros acordos serão necessários.

Oração subordinada adverbial temporal

Reduzida: Chegando à entrada do prédio, ele ligou-me.
Desenvolvida: Quando chegou à entrada do prédio, ele ligou-me.

Oração subordinada adjetiva

Reduzida: Vi cinco atletas da seleção correndo no calçadão.
Desenvolvida: Vi cinco atletas da seleção que corriam no calçadão.

Orações reduzidas de particípio

No particípio regular, os verbos da 1.ª conjugação terminam em -ado e os verbos da 2.ª e da 3.ª conjugação terminam em -ido. Caso os verbos possuam particípio irregular, estes terminam habitualmente em -to ou -do.

Oração subordinada adverbial causal

Reduzida: Arrependido, tentou resolver a situação.
Desenvolvida: Uma vez que se arrependeu, tentou resolver a situação.

Oração subordinada adverbial condicional

Reduzida: Cumprida a sua promessa, poderá fazer como entender
Desenvolvida: Desde que cumpra a sua promessa, poderá fazer como entender

Oração subordinada adverbial concessiva

Reduzida: Resolvido este problema, outras dificuldades virão.
Desenvolvida: Mesmo que resolvam este problema, outras dificuldades virão.

Oração subordinada adverbial temporal

Reduzida: Chegada a casa, o telefone tocou.
Desenvolvida: Assim que cheguei a casa, o telefone tocou.

Oração subordinada adjetiva

Reduzida: Já foi usado o material comprado por mim.
Desenvolvida: Já foi usado o material que eu comprei. 

Como reconhecer orações reduzidas?

A forma mais fácil de reconhecer uma oração reduzida é pelo seu desenvolvimento. Introduz-se na frase uma conjunção ou um pronome adequado ao sentido da frase e substitui-se o verbo na forma nominal por um tempo verbal do modo indicativo ou do modo subjuntivo.

As orações reduzidas mantêm as mesmas características sintáticas das orações desenvolvidas. Podem também possibilitar mais do que uma forma de desenvolvimento.

Saiba mais sobre as orações subordinadas desenvolvidas.