A função emotiva ou expressiva é uma das seis funções da linguagem definidas pelo linguista Roman Jakobson. 

A linguagem, enquanto conjunto de símbolos e signos usados na transmissão de uma mensagem, tem como objetivo final estabelecer comunicação.

Segundo Jakobson, existem seis funções da linguagem. Isso ocorre porque o conjunto de símbolos e signos que constitui a linguagem pode ser usado de diferentes formas, transmitindo mensagens igualmente diferentes, conforme diferentes objetivos comunicacionais.

O que é a função emotiva ou expressiva?

A função emotiva ou expressiva da linguagem é usada para transmitir as emoções e sentimentos do emissor. A mensagem transmitida é subjetiva e pessoal, sendo construída conforme a visão do seu emissor. 

A pessoalidade da mensagem fica marcada pelo uso da 1.ª pessoa do discurso - eu. Transmitindo opiniões pessoais, recorre a diversas marcas que acentuam a entonação emotiva do discurso, como interjeições, exclamações e reticências.

A função emotiva ou expressiva dá ênfase ao emissor da mensagem, sendo muito usada na poesia. Apesar disso, é frequentemente utilizada no dia a dia, estando presente em:

  • depoimentos;
  • entrevistas;
  • cartas pessoais;
  • memórias;
  • autobiografias;
  • poemas;
  • músicas.

Exemplos de função emotiva ou expressiva

  • Fiquei tão feliz em saber que nosso projeto venceu o concurso!
  • Nasci em 1983, numa pequena casa, numa rua de terra batida no interior de Minas.
  • Decidi participar neste filme porque me identifico muito com a luta da personagem que interpreto.

“Noite, vão para ti meus pensamentos,
Quando olho e vejo, à luz cruel do dia,
Tanto estéril lutar, tanta agonia,
E inúteis tantos ásperos tormentos…”
(Antero de Quental, Sonetos)

“Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não se tem chuva! 
Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva! 
Quem sobe nos ares não fica no chão,
Quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma grande pena que não se possa 
estar ao mesmo tempo em dois lugares! 
Ou guardo dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e não guardo o dinheiro.
Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro! 
Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo. 
Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.”
(Cecília Meireles, Ou isto ou aquilo)

Funções da linguagem

Existem mais cinco funções da linguagem, além da função emotiva ou expressiva:

  • função referencial ou denotativa:
  • função apelativa ou conativa;
  • função poética;
  • função fática;
  • função metalinguística.

Todas estas funções possuem características diferentes e têm objetivos diferentes. Cada função se relaciona com um dos elementos da comunicação (emissor, receptor, mensagem, canal, contexto e código).

Leia tudo sobre as diversas funções da linguagem.

Atualizado em
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.