Conjunções são elementos de ligação entre orações ou entre termos de uma oração.

Confira as tabelas com as principais conjunções coordenativas e subordinativas:

Tabela com conjunções coordenativas

As conjunções coordenativas ligam orações coordenadas, ou seja, orações independentes, com sentido completo, que podem ser entendidas separadamente.

Tipos de conjunções coordenativasExemplos de conjunções coordenativasExemplos de frases
Aditivas
(expressam adição)
e;
nem;
também;
bem como;
não só...mas também;
Eu vi o Pedro na praia e conversei com ele.
Adversativas
(expressam oposição)
mas;
porém;
contudo;
todavia;
entretanto;
no entanto;
não obstante;
Meu irmão aceitou o novo emprego, mas não está satisfeito.
Alternativas
(expressam alternância)
ou;
ou...ou;
já…já;
ora...ora;
quer...quer;
seja...seja;
Você vai direta para o seu trabalho ou você vai a sua casa antes?
Conclusivas
(expressam conclusão)
logo;
pois;
portanto;
assim;
por isso;
por consequência;
por conseguinte;
O diretor não concorda com a votação, então não se vai envolver no processo.
Explicativas
(expressam explicação)
que;
porque;
porquanto;
pois;
isto é;
Meus filhos não foram para o colégio porque está chovendo muito.

Tabela com conjunções subordinativas

As conjunções subordinativas ligam orações subordinadas, ou seja, orações com sentido incompleto que dependem de outras que as completem.

Tipos de conjunções subordinativasExemplos de conjunções subordinativasExemplos de frases
Integrantes
(introduzem orações substantivas)
que;
se;
como.
Espero que ela tenha sucesso no trabalho.
Adverbiais causais
(expressam causa)
porque;
que;
porquanto;
visto que;
uma vez que
já que;
pois que;
como;
A aluna tirou uma péssima nota porque não estudou para a prova.
Adverbiais consecutivas
(expressam consequência)
que;
tanto que;
tão que;
tal que;
tamanho que;
de forma que;
de modo que;
de sorte que;
de tal forma que;
A mãe gritou tanto que assustou os filhos.
Adverbiais finais
(expressam finalidade)
a fim de que;
para que;
que;
Fiz um esforço para que não houvesse falhas nos pagamentos.
Adverbiais temporais
(expressam tempo)
quando;
enquanto;
agora que;
logo que;
desde que;
assim que;
tanto que;
apenas;
Desde que parei de fumar, estou mais nervosa e agitada.
Adverbiais condicionais
(expressam condição)
se;
caso;
desde;
salvo se;
desde que;
exceto se;
contando que;
Se você vier comigo, ficarei muito grata.
Adverbiais concessivas
(expressam contraste)
embora;
conquanto;
ainda que;
mesmo que;
se bem que;
posto que;
Embora ele estivesse atrasado, parou para conversar com o porteiro.
Adverbiais comparativas
(expressam comparação)
como;
assim como;
tal;
qual;
tanto como;
Eu não gosto de física, como não gosto de química.
Adverbiais conformativas
(expressam conformidade)
conforme;
como;
consoante;
segundo;
Os pedidos serão atendidos conforme a ordem de chegada.
Adverbiais proporcionais
(expressam proporcionalidade)
à proporção que;
à medida que;
ao passo que;
quanto mais… mais;
Quanto mais faço dieta, mais fome eu tenho!

As conjunções subordinativas integrantes introduzem uma oração que desempenha uma função sintática de sujeito ou objeto. As conjunções subordinativas adverbiais introduzem uma oração que indica uma circunstância.

Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.