Advérbio

Advérbios são palavras que modificam um verbo, um adjetivo ou um advérbio, indicando uma circunstância (tempo, lugar, modo, intensidade,…). Em algumas situações podem modificar toda a oração, vindo, nesses casos, destacado por vírgulas no início ou no fim da mesma.

Classificação dos advérbios

Podem ser classificados em:

  • Advérbio de lugar: aqui, ali, atrás, longe, perto, embaixo,…
  • Advérbio de tempo: hoje, amanhã, nunca, cedo, tarde, antes,…
  • Advérbio de modo: bem, mal, rapidamente, devagar, calmamente, pior,…
  • Advérbio de afirmação: sim, certamente, certo, decididamente,…
  • Advérbio de negação: não, nunca, jamais, nem, tampouco,…
  • Advérbio de dúvida: talvez, quiçá, possivelmente, provavelmente, porventura,…
  • Advérbio de intensidade: muito, pouco, tão, bastante, menos, quanto,…
  • Advérbio de exclusão: salvo, senão, somente, só, unicamente, apenas,…
  • Advérbio de inclusão: inclusivamente, também, mesmo, ainda,…
  • Advérbio de ordem: primeiramente, ultimamente, depois,…

Exemplos:

  • O bebê nasceu aqui.
  • O bebê nasceu ontem.
  • O bebê nasceu de manhã.
  • O bebê nasceu rapidamente.
  • Primeiramente, o bebê nasceu.
  • Possivelmente, o bebê nasceu.

Alguns advérbios podem ainda ser classificados em advérbios interrogativos, sendo utilizados nas interrogações diretas e indiretas, indicando circunstâncias de lugar, tempo, modo e causa. São os advérbios por que? (indicando causa), onde? (indicando lugar), como? (indicando modo) e quando? (indicando tempo).

Exemplos:

  • Onde está sua carteira?
  • Perguntei onde estava sua carteira.

Graus dos advérbios

Os advérbios são palavras invariáveis, não sendo flexionadas em gênero e número. Contudo, alguns advérbios podem ser flexionados em grau (comparativo e superlativo), sendo similares aos graus dos adjetivos.

Grau comparativo de inferioridade = menos (advérbio) que/do que
Exemplo: Ele come menos lentamente do que eu.

Grau comparativo de igualdade = tão (advérbio) quanto/ como/ quão
Exemplo: Ele come tão lentamente como eu.

Grau comparativo de superioridade = mais (advérbio) que/ do que
Exemplo: Ele come mais lentamente do que eu.

Grau superlativo absoluto analítico = acompanhado de outro advérbio (muito + advérbio).
Exemplo: Aquele estudante escreve muito bem.

Nota: É comum a utilização de formas diminutivas em alguns advérbios, como pertinho, longinho, pouquinho, cedinho,… Esta forma diminutiva do advérbio transmite a noção de muito perto, muito longe, muito pouco, muito cedo,…

Grau superlativo absoluto sintético = advérbio + sufixo (normalmente sufixo -íssimo).
Exemplo: O avião chegou cedíssimo ao aeroporto.

Atenção!
Os advérbios bem, mal, muito e pouco, assumem formas irregulares nos graus comparativo e superlativo.

Exemplos:
Advérbio bem
comparativo: melhor, mais bem
superlativo: otimamente, muito bem

Advérbio mal
comparativo: pior, mais mal
superlativo: pessimamente, muito mal

Advérbio muito
comparativo: mais
superlativo: muitíssimo, o mais

Advérbio pouco
comparativo: menos
superlativo: pouquíssimo, o menos

Locução adverbial

Locução adverbial é um conjunto de duas ou mais palavras que, juntas, atuam como um advérbio, alterando o sentido de um verbo, de um adjetivo ou de um advérbio.

As locuções adverbiais podem ser classificadas em:

  • Locução adverbial de lugar: à esquerda, à frente, ao lado, em cima, por perto,…
  • Locução adverbial de tempo: pela manhã, de noite, à tarde, em breve, …
  • Locução adverbial de modo: em silêncio, de cor, ao contrário, às pressas,…
  • Locução adverbial de afirmação: por certo, com certeza, sem dúvida,…
  • Locução adverbial de negação: de modo algum, de forma alguma,…
  • Locução adverbial de intensidade: de muito, de pouco, de todo, em excesso,…
  • Locução adverbial de dúvida: com certeza, quem sabe,…

Exemplos:

  • Aquele fã sabe de cor as letras de todas as músicas.
  • Em breve, estaremos viajando pelo Japão.
  • Gosto mais de trabalhar de noite.

Veja também