As palavras são classificadas como monossílabas, dissílabas, trissílabas e polissílabas quando é feita uma classificação da palavra quanto ao número de sílabas.

Palavras monossílabas têm apenas uma sílaba.
Palavras dissílabas têm duas sílabas
Palavras trissílabas têm três sílabas.
Palavras polissílabas têm quatro ou mais sílabas.

Exemplo de classificação quanto ao número de sílabas

lá = 1 sílaba: lá = palavra monossílaba
casa = 2 sílabas: ca-sa = palavra dissílaba
amigo = 3 sílabas: a-mi-go = palavra trissílaba
borboleta = 4 sílabas: bor-bo-le-ta = palavra polissílaba
matemática = 5 sílabas: ma-te-má-ti-ca = palavra polissílaba
inteligência = 6 sílabas: in-te-li-gên-ci-a = palavra polissílaba
paralelepípedo = 7 sílabas: pa-ra-le-le-pí-pe-do = palavra polissílaba

Palavras monossílabas (1 sílaba)

  • a;
  • bom;
  • céu;
  • cor;
  • cru;
  • cruz;
  • dar;
  • de;
  • em;
  • fã;
  • flor;
  • ir;
  • lá;
  • lar;
  • lhe;
  • mãe;
  • mas;
  • mau;
  • mim;
  • não;
  • nos;
  • os;
  • pai;
  • pneu;
  • pó;
  • por;
  • qual;
  • quem;
  • rim;
  • réu;
  • sal;
  • seis;
  • sim;
  • sol;
  • som;
  • trem;
  • três;
  • um;
  • vez;
  • voz.

Palavras dissílabas (2 sílabas)

  • ágil (á-gil);
  • alguém (al-guém);
  • algum (al-gum);
  • amplo (am-plo);
  • atrás (a-trás);
  • breve (bre-ve);
  • causa (cau-sa);
  • cisma (cis-ma);
  • colher (co-lher);
  • cujo (cu-jo);
  • denso (den-so);
  • dizer (di-zer);
  • expor (ex-por);
  • face (fa-ce);
  • fazer (fa-zer);
  • feliz (fe-liz);
  • formal (for-mal);
  • genro (gen-ro);
  • gentil (gen-til);
  • gesto (ges-to);
  • grande (gran-de);
  • isso (is-so);
  • jovem (jo-vem);
  • leigo (lei-go);
  • mesmo (mes-mo);
  • meta (me-ta);
  • mexer (me-xer);
  • mulher (um-lher);
  • ontem (on-tem);
  • orla (or-la);
  • pauta (pau-ta);
  • posse (pos-se);
  • pressa (pres-sa);
  • puxar (pu-xar);
  • qualquer (qual-quer);
  • quando (quan-do);
  • quiçá (qui-çá);
  • sair (sa-ir);
  • transpor (trans-por);
  • viver (vi-ver).

Palavras trissílabas (3 sílabas)

  • adorar (a-do-rar);
  • aspecto (as-pec-to);
  • caráter (ca-rá-ter);
  • cautela (cau-te-la);
  • complexo (com-ple-xo);
  • conflito (con-fli-to);
  • coração (co-ra-ção);
  • correto (cor-re-to);
  • cuidado (cui-da-do);
  • cultura (cul-tu-ra);
  • deboche (de-bo-che);
  • desejo (de-se-jo);
  • dispensar (dis-pen-sar);
  • dúvida (dú-vi-da);
  • ênfase (ên-fa-se);
  • esbelto (es-bel-to);
  • estranho (es-tra-nho);
  • expressar (ex-pres-sar);
  • índole (ín-do-le);
  • justiça (jus-ti-ça);
  • limite (li-mi-te);
  • mérito (mé-ri-to);
  • moleque (mo-le-que);
  • nocivo (no-ci-vo);
  • orgulho (or-gu-lho);
  • parecer (pa-re-cer);
  • pedante (pe-dan-te);
  • perplexo (per-ple-xo);
  • portanto (por-tan-to);
  • possível (pos-sí-vel);
  • progresso (pro-gres-so);
  • projeto (pro-je-to);
  • radical (ra-di-cal);
  • requinte (re-quin-te);
  • rotina (ro-ti-na);
  • sincero (sin-ce-ro);
  • síntese (sín-te-se);
  • sucinto (su-cin-to);
  • sucumbir (su-cum-bir);
  • surpresa (sur-pre-sa).

Palavras polissílabas (4 ou mais sílabas)

  • amizade (a-mi-za-de);
  • comedido (co-me-di-do);
  • companhia (com-pa-nhi-a);
  • compreender (com-pre-en-der);
  • desenvolver (de-sen-vol-ver);
  • dinâmico (di-nâ-mi-co);
  • empatia (em-pa-ti-a);
  • erudito (e-ru-di-to);
  • especial (es-pe-ci-al);
  • esperança (es-pe-ran-ça);
  • genuíno (ge-nu-í-no);
  • lunático (lu-ná-ti-co);
  • ponderado (pon-de-ra-do);
  • realizar (re-a-li-zar);
  • supérfluo (su-pér-flu-o);
  • ambicioso (am-bi-ci-o-so);
  • circunstância (cir-cuns-tân-ci-a);
  • democracia (de-mo-cra-ci-a);
  • determinação (de-ter-mi-na-ção);
  • espontâneo (es-pon-tâ-ne-o);
  • extrovertido (ex-tro-ver-ti-do);
  • finalidade (fi-na-li-da-de);
  • identificar (i-den-ti-fi-car);
  • imprescindível (im-pres-cin-dí-vel);
  • imprevisível (im-pre-vi-sí-vel);
  • integridade (in-te-gri-da-de);
  • maturidade (ma-tu-ri-da-de);
  • necessidade (ne-ces-si-da-de);
  • pretensioso (pre-ten-si-o-so);
  • significado (sig-ni-fi-ca-do);
  • despreocupado (des-pre-o-cu-pa-do);
  • encorajamento (en-co-ra-ja-men-to);
  • sensibilidade (sen-si-bi-li-da-de);
  • universidade (u-ni-ver-si-da-de);
  • proporcionalmente (pro-por-ci-o-nal-men-te);
  • relacionamento (re-la-ci-o-na-men-to);
  • indestrutibilidade (in-des-tru-ti-bi-li-da-de);
  • irresponsabilidade (ir-res-pon-sa-bi-li-da-de);
  • inconstitucionalmente (in-cons-ti-tu-ci-o-nal-men-te);
  • interdisciplinaridade (in-ter-dis-ci-pli-na-ri-da-de).
Flávia Neves
Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.