A função fática é uma das seis funções da linguagem, definidas pelo linguista Roman Jakobson. A linguagem, sendo definida como um conjunto de símbolos ou signos usados na transmissão de uma mensagem para estabelecer comunicação, pode ser usada de diferentes formas, respondendo a diferentes objetivos comunicacionais.

O que é a função fática?

A função fática da linguagem ocorre quando há o objetivo e a preocupação de estabelecer e manter um canal de comunicação entre o emissor e o receptor. A ênfase é, assim, dada ao canal comunicativo.

A função fática está presente quando os interlocutores emitem palavras e frases com o objetivo de iniciar a transmissão da mensagem e de verificar que a mensagem está sendo entendida. A função fática está, assim, presente em cumprimentos e saudações, bem como em conversas de telefone e diversas conversas de circunstância.

Exemplos de função fática

  • Alô! Alô?
  • Bom dia!
  • Como vai?
  • Oi?
  • Não é mesmo?
  • Sei...
  • Hum... hum...
  • É isso.
  • Claro…
  • Sim…
  • Pois é!
  • Você ouviu o que eu disse?
  • Entenderam?
  • Olha…
  • Ai foi?
  • Sério?
  • Ui!
  • Hã?
  • A hã…

Funções da linguagem

Além da função fática, existem mais cinco funções da linguagem:

  • função referencial ou denotativa;
  • função emotiva ou expressiva;
  • função apelativa ou conativa;
  • função poética;
  • função metalinguística.

Todas as funções estão relacionadas com um dos elementos da comunicação (contexto, emissor, receptor, canal, mensagem e código) e possuem características diferentes, cumprindo objetivos diferentes.

Saiba tudo sobre as diversas funções da linguagem.

Flávia Neves
Professora de português, revisora e lexicógrafa nascida no Rio de Janeiro e licenciada pela Escola Superior de Educação do Porto, em Portugal (2005). Atua nas áreas da Didática e da Pedagogia.